26 C°

domingo, 23 de julho de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Cinco Roteiros para últimos dias da Bienal

sexta-feira, 21 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

O último fim de semana da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que encerra domingo (23), proporciona aos visitantes uma série de atividades, dentro e fora do Centro de Eventos do Ceará. Com tantas possibilidades, selecionamos cinco programações imperdíveis:

Bienal Fora da Bienal – Até o último dia, a ideia é que as ações da Bienal não se concentrem apenas no Centro de Eventos. Para quem ama livros e praia com a mesma intensidade, sexta-feira (21) e sábado (22) serão dias especiais. Sexta, às 16h, o escritor e ilustrador André Neves, autor de livros infantis, conversa com crianças, adolescentes e agentes de leitura do Titanzinho. No sábado, é a vez de Daniel Galera falar de literatura e curtir o pôr do sol na Vila do Mar, no Pirambu, também às 16h. Já o domingo é dia de pegar a bicicleta, em excelente companhia: a produtora cultural Izabel Gurgel promove o “Pedalando com Frida Kahlo”, saindo da área dos barcos no Mucuripe até o Pavilhão Atlântico no Poço da Draga. A saída acontece às 9h.

Mestres e Mestras da Cultura – Artesanato, reisado, dramas e benditos são alguns dos motes das conversas do fim de semana. Na sexta, é a vez da rendeira Francisca Pires, de Cascavel; e das ceramistas Lúcia Pequena, de Limoeiro; e Maria Cândida, de Juazeiro. Sábado, estão presentes no Auditório Mestres e Mestras as dramistas Dona Zilda, de Guaramiranga; Ana Maria, de Tianguá; e Terezinha Lino, de Beberibe. No último dia, Aldenir, do Crato, e Zé Pio, de Fortaleza, falam sobre o reisado enquanto Maria do Horto partilha dos benditos de Juazeiro do Norte. A mediação é de Rosemberg Cariry. Os mestres se reúnem sempre às 16h. No domingo, o encerramento fica por conta do Quinteto Agreste, às 19h.

Programação infantil – As manhãs e tardes do mezanino 1 serão dedicadas principalmente às contações de histórias. Destaque para as programações de circo e as da sala Contos, Papos e Encantos: na sexta, às 14h, ela sedia a apresentação das Costureiras de Histórias, com a montagem “Histórias fantásticas que cruzam o mundo”. No sábado, às 9h, Ivani Magalhães promove a Hora do Conto para Bebês. E, no último dia, das 9h às 20h, acontece na mesma sala uma maratona de histórias, intitulada “Causos, contos e cantorias, tudo intiriçado feito cantiga de grilo”.

Escritores convidados – Muitos nomes consagrados da literatura brasileira ainda passam pela feira neste fim de semana: é o caso de João Silvério Trevisan, escritor e jornalista, que comenta o livro Parabélum, do pesquisador cearense Gilmar de Carvalho; e de Ignácio de Loyola Brandão, que participa, na sexta-feira, do Contos de Escola, falando de como sua escrita foi influenciada pela vida escolar. No sábado, destaque para Cristovão Tezza, em mesa com Lira Neto, e a dupla Leonardo Sakamoto e Marcia Tiburi discutindo sobre o ódio nas redes sociais. No domingo, as principais atrações são Daniel Galera e Joca Reiners Terron.

Programação geek – Nos últimos dias de Bienal, a Sala Elementos continua proporcionando debates e acaloradas Batalhas Épicas – a derradeira será “Star Wars x Star Trek”. As mesas discutem ainda “Super-heróis e anti-heróis”, “o crescimento feminino na literatura” e o “cenário local da produção de quadrinhos e fanzines independentes”, esta última com o cartunista cearense Guabiras.

SERVIÇO
XII Bienal Internacional do Livro do Ceará. Até 23 de abril, no Centro de Eventos do Ceará. Programação gratuita.

outros destaques >>

Facebook

Twitter