sexta-feira, 27 de Abril de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Instituto Dragão do Mar realiza palestra sobre Rock e Festivais

segunda-feira, 26 de Março 2018

Imprimir texto A- A+

O Instituto Dragão do Mar, através da aceleradora de projetos Porto Dragão Música, realiza mais uma edição do Conversa de Proa, nesta segunda-feira (26), no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Em pauta, a palestra “O rock, o metal e os festivais”, que vai abordar questões sobre comunicação, mercado e o acesso de músicos e bandas aos festivais de rock brasileiros. Na ocasião, a curadoria do programa Praça do Rock também apresentará os selecionados para a programação de 2018.

A conversa se inicia às 19h e terá à mesa os convidados: Jolson Ximenes, baixista e fundador da banda Obskure, curador do ForCaos e vice-presidente da Associação Cultural Cearense do Rock (ACR); Alcides Burn, curador do Festival Abril Pro Rock e proprietário do recém-criado selo Burn Records; Ricardo Batalha, que trabalha na Revista Roadie Crew e é editor do Portal Rockarama; e Amaudson Ximenes, fundador da ACR, diretor-presidente do Sindicato dos Músicos Profissionais do Estado do Ceará, integrante dos Conselhos Municipal e Estadual de Política Cultural e produtor-executivo do ForCaos.

Durante a Conversa de Proa #4, também serão divulgadas as 24 bandas selecionadas para a programação da Praça do Rock 2018. Realizado mensalmente desde 2015 pelo Centro Dragão do Mar em parceria com a ACR, o programa tem o objetivo de fortalecer a difusão do trabalho autoral de artistas e grupos musicais cearenses de várias matizes do rock. Com demanda crescente, a curadoria da Praça do Rock optou por realizar inscrições e uma seleção para a programação deste ano, que terá agora três bandas a cada edição, em apresentações que ocorrerão de maio a dezembro deste ano. Foram mais de 160 inscritos.

Os convidados
Jolson Ximenes – Bacharel em Música pela Universidade Estadual do Ceará (2001). Bacharel em Direito pela Universidade de Fortaleza (2014), tendo sua monografia de conclusão de curso tratando da liberdade de expressão artística e livre exercício profissional do músico à luz da Constituição Federal de 1988. É baixista e fundador da banda Obskure. É produtor-executivo da banda OS TRANSACIONAIS. É produtor, diretor artístico e curador do Festival ForCaos (desde 1999), capitaneado pela ACR. Foi assistente de produção na Mostra Rock/Feira da Música (2005 a 2012). Produtor Técnico/Artístico do projeto SEXTA ROCK (desde abril/2001). Curador do Festival Cuca Independente 2015. É vice-presidente da Associação Cultural Cearense do Rock (ACR) e foi 1º Secretário da instituição no período de 1998 a 2004.

Alcides Burn – É pernambucano, diretor de arte, produtor cultural, músico e curador do Festival Abril Pro Rock há 4 anos. Produziu diversos shows nacionais e internacionais na capital pernambucana como Angra, André Matos, Obituary, Destruction, Doctor Sin, Belphegor, Project 46, entre outros. Em 2015, idealizou o tributo brasileiro aos portugueses do Moonspell denominado “Em nome do medo”, com diversas bandas na cena brasileira. É proprietário do recém-criado selo Burn Records, que tem como primeiro lançamento o novo álbum da banda de death metal Decomposed God. Burn também é vocalista da banda Inner Demons Rise.

Ricardo Batalha – Paulistano, 48 anos de idade, tem uma trajetória que se confunde com a própria história do heavy metal no Brasil. Trabalha na revista Roadie Crew (Classic Rock e Heavy Metal) desde 1996 e é um dos diretores da ASE Press – Assessoria e Consultoria, empresa fundada em 1992 por seu irmão, o jornalista Frederico Batalha. Além do trabalho de consultoria e assessoria, que incluiu a empresa Brasil Music Press (2004 a 2013), vem colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao heavy/rock desde os anos 1980. Também é um dos editores do portal Rockarama, que estreou em março de 2017.

Amaudson Ximenes – É músico, sociólogo e produtor cultural. É fundador da Associação Cultural Cearense do Rock (ACR) e diretor-presidente do Sindicato dos Músicos Profissionais do Estado do Ceará. É integrante dos Conselhos Municipal e Estadual de Política Cultural, representando a linguagem: Música. Produtor-executivo do ForCaos. Produtor e curador dos projetos Praça do Rock e Sexta Rock. Foi curador do programa Rock Cordel, de 2007 a 2015. Produtor do Palco do Rock na Feira da Música, de 2007 a 2013. Curador da Mostra Petrúcio Maia de Música (2006). Integrou o júri da Mostra de Música Petrúcio Maia em 2017. Curador e produtor do Festival Cuca Independente, nos anos de 2014 e 2015.

Porto Dragão
O projeto Porto Dragão foi lançado em agosto de 2017 pelo Instituto Dragão do Mar, com o objetivo principal de fazer circular a vasta produção artística do Ceará, em diversas linguagens, dentro do próprio estado e também nacional e internacionalmente. Segundo o presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, o Porto Dragão tem o intuito de desenvolver as cadeias de setores criativos como a música, as artes visuais e o audiovisual.

Num primeiro momento, as ações do projeto se concentram na música, por ser uma das cadeias criativas de maior impacto na economia do Ceará. É o braço Porto Dragão Música, cujo objetivo geral é estimular e incrementar a produção musical cearense e a economia que se organiza em torno desse campo artístico, através da indução de investimentos públicos e também da articulação de parcerias privadas.
“O Porto Dragão Música vai ofertar um conjunto de serviços de conhecimentos diversos e complementares, além de processos de capacitação e tecnologias para artistas, produtores, empreendedores, cooperativas, associações e empresas que atuam no campo musical. É uma verdadeira agência de desenvolvimento que vai proporcionar o apoio necessário para a transformação e promoção destas iniciativas”, define Linhares.

SERVIÇO

Conversa de Proa #4 – O rock, o metal e os festivais. Quando: dia 26 de março de 2018 (segunda-feira). Hora: 19h. Onde: Auditório do Centro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema). Acesso gratuito.

outros destaques >>

Facebook

Twitter