27 C°

sábado, 17 de Fevereiro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Pabllo Vittar afirma que nunca apresentaria versão brasileira de ‘RuPaul’s Drag Race’

sexta-feira, 09 de Fevereiro 2018

Imprimir texto A- A+

Pabllo Vittar, 23, vinha sendo considerada a favorita para apresentar a versão brasileira de “RuPaul’s Drag Race”, mas a drag  queen afirmou que nunca faria isso.

Reprodução

“Nunca apresentaria. Acho que a RuPaul tem que vir apresentar. RuPaul sem RuPaul não é RuPaul. Então eu nunca apresentaria. Nunca pegaria essa responsabilidade para mim. Tinha que colocar alguém que fosse melhor que RuPaul, e isso não existe?, disse à revista “Época”.

Vittar ainda disse que o fato de ter números de fãs maiores do que a americana nas redes sociais se deve à geração que faz o uso de streaming e da internet.

“São números. Não dá para comparar números. Nasci numa geração de streaming, de memes, Twitter, Instagram, Facebook, Orkut. Ela é um ícone. Vamos ver o tanto de coisa que ela já fez, o tanto de coisa que já representou?, afirmou.

A cantora também abordou a disputa pelos direitos autorais da música “Todo Dia”. Vittar foi proibida de cantar o hit pelo autor, Rico Dalassam, e afirmou que sente falta da canção que marcou parte de sua vida.

“Fico triste, porque gosto muito do Rico. Até hoje não entendo o que passa na cabeça dele para tudo isso acontecer. Mas desejo sucesso para ele. E haverá outros hits.”

Vittar lançou recentemente os clipes “Paraíso”, com Lucas Lucco, e “Então Vai”, com Diplo, e afirmou que deveriam existir “mais héteros iguais a eles”.

“Quando gravei o clipe com Lucas, estava muito receoso. O enxergava como um cantor de sertanejo, do nicho hétero. Mas ele me respeitou muito. E o Diplo é um querido, que eu amo muito. Nós temos uma sintonia, que é de outro mundo Arrasamos naquele beijão”, finalizou a cantora.

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Pabllo Vittar RuPaul

outros destaques >>

Facebook

Twitter