sábado, 16 de fevereiro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Roberta Campos e Lupe Duailibe cantam no Duetos de janeiro

quinta-feira, 10 de janeiro 2019

Imprimir texto A- A+

O Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, recebe neste sábado (12), a partir das 21 horas, a cantora mineira, de Caetanópolis, Roberta Campos. A artista é mais uma atração que o projeto “Duetos” programou para a sua 6a edição que contou ainda, com shows do Grupo Boca Livre, Ricardo Maia, Dalto, Tunai, Edmar Gonçalves, Nico Rezende e Paulo Façanha.

Idealizado pelo empresário e comunicador cearense, Ulysses Gaspar, o “Duetos” é um projeto conhecido por reunir nomes de peso da música local e nacional que trazem para o público cearense, novos arranjos e interpretações de músicas que marcaram época. O “Duetos” tem a realização da Leq Produções e apoio cultural da Enel, Tempo FM 103,9, Sonata de Iracema, Lei do Mecenato e Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

Roberta Campos
“Para Aquelas Perguntas Tortas” é o título do disco que serviu de ponta pé para a carreira solo de Roberta Campos, que realizou de forma independente, todo o trabalho de composição e gravação do seu 1º CD, como também, o encarte do mesmo por conta própria. A artista que enfrentou muitas dificuldades com gastos na compra de equipamentos, teve o disco reconhecido pelas emissoras de rádios. Isso levou Roberta a ser contratada para o catálogo da gravadora Deckdisc, na qual gravou o CD “Varrendo a Lua” em 2010, onde ganhou repercussão a nível nacional com a canção chamada “De Janeiro a Janeiro”.

Mas, a carreira de Roberta Campos teve início mesmo, com o álbum “Varrendo a Lua”, lançado em 2010. Além de canções próprias, Roberta canta “Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor”, de Lô Borges e Márcio Borges. Ainda no mesmo disco está “Sinal de Fumaça”, canção composta em parceria com Nô Stopa, e “Felicidade”, com Carolina Zocoli. O disco contou com três músicas em novelas: “Varrendo a Lua” em Malhação da Rede Globo, “De Janeiro a Janeiro” na telenovela Rebelde, na Record e, em 2013, na novela Sangue Bom, também na Rede Globo.

E, no ano de 2016, a novela “Sol Nascente” contou como tema de abertura, com a canção “Minha Felicidade”. Já em setembro do mesmo ano, o 4º CD da artista conhecido como “Todo Caminho é Sorte” foi indicado ao Grammy Latino, na categoria de “Melhor Álbum de Música Popular Brasileira”, mas não venceu a categoria.

Lupe Duailibe
Ela passeia entre MPB, Pop Rock, Samba, Bolero, World Music, mas não se delimita a rótulos. Lupe Dualibe é uma notável musicista cearense que tem feito apresentações diferenciadas em seu Estado e fora dele, quebrando tabus, vale ressaltar! Seu primeiro CD “Se parar cai” lançou-a no mundo autoral. O disco trouxe a famosa versão de “Vida Cigana”, música de Lupe trabalhada nas FMs locais. Em “O Vermelho”, cheio de romantismo, a artista reforça sua capacidade criativa, trazendo canções próprias e versões de “Giz”, do Legião Urbana, e também “Isso é para dor” de Ângela RôRô. Todos produzidos pelo Lu de Souza.

SERVIÇO
6ª Edição do Projeto Duetos. Dia 12 de janeiro de 2019. Roberta Campos e Lupe Duailibe (Participação Especial). Horário: 21 horas. Local: Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema. Ingressos: R$ 40,00 (Inteira) / R$ 20,00 (Meia). Pontos de Venda: Bilheteria do Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Casa dos Relojoeiros (Centro, Iguatemi, North Shopping, Benfica) e, no Cantinho do Frango (Rua Torres Câmara, 71 – Aldeota). Informações: (85) 3488.8600 / 3488.8608.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter