28 C°

sábado, 25 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Waack tem segundo cancelamento de palestra após vazamento de vídeo

terça-feira, 14 de novembro 2017

Imprimir texto A- A+

A empresa Dow AgroSciences, especializada em produtos agrícolas, cancelou a contratação do jornalista William Waack em palestra que seria realizada no próximo dia 29.

Reprodução

Segundo a empresa, ele faria participação como mediador no evento, que era interno. A decisão pelo cancelamento foi tomada após vazamento de vídeo em que Waack, irritado com o barulho de uma buzina, diz que aquilo é “coisa de preto”.

O cancelamento foi feito porque o fato vai contra a política de diversidade de inclusão da empresa, esclareceu a assessoria da Dow AgroSciences.

O vídeo, que veio a público na última semana, mostra bastidores de uma transmissão em Washington. O registro tem cerca de um ano. A Globo afastou Waack do cargo e pediu esclarecimentos, e o cancelamento da Dow AgroScience foi feito somente depois de comunicado da emissora.

É o segundo cancelamento de participação de Waack em um evento do gênero após o episódio. O primeiro deles seria realizado na Sicoob Credirocha, no Espírito Santo.

Segundo a Contrate Palestras, uma das agências que representam Waack, o cancelamento, neste caso, foi realizado a pedido do jornalista e não da empresa.

A Contrate Palestra diz que continuará representando Waack. Ele também está no catálogo da MotiveAção Palestras, em cuja página está registrado que o jornalista cobra entre R$ 30 mil e R$ 40 mil por evento. A MotiveAção também decidiu mantê-lo entre seus clientes.

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Racismo William Waack

outros destaques >>

Facebook

Twitter