27 C°

sábado, 25 de março de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Academia Cearense de Direito inicia suas atividades

quinta-feira, 09 de março 2017

Imprimir texto A- A+

Ubiratan Aguiar_ Roberto Victor e Jardson Cruz

No dia 15/03, às 19h30 no Theatro José de Alencar acontecerá a solenidade de instalação da Academia Cearense de Direito. A entidade surge com o objetivo de aprofundar o estudo do Direito em todos os seus ramos e aperfeiçoar o ensino no estado. Será a quarta Academia do gênero no país, que terá como prioridade a “difusão dos diversos matizes jurídicos e a responsabilidade social de amortecer os desatinos”, explica o presidente da ACED, o advogado Roberto Victor Ribeiro.

No evento, serão homenageadas algumas personalidades do Ceará, entre elas, o escritor e jurista José de Alencar; o advogado, jornalista e político, Paulo Sarasate; o professor e também advogado, escritor e político, Olavo Oliveira, entre outros. O Governador do Estado, Camilo Santana será homenageado, recebendo o título de sócio honorário da Academia.

Composição

Farão parte da Academia, 40 patronos efetivos, entre os quais estão: Leandro Vasques, Audic Mota, Juvêncio Vasconcelos, Marcelo Mota, Valdetário Monteiro, Cândido Albuquerque, entre outros juristas. A mesma seguirá o rito francês, com status vitalício, havendo vacância apenas na renúncia ou falecimento.

Entre seus sócios-correspondentes, estão os juristas: Eduardo Vera-Cruz Pinto, Jorge Miranda e J.J. Canotilho, ambos de Portugal; Raul Cervini, do Uruguai; Raúl Zaffaroni, ministro da Suprema Corte Argentina; Ives Gandra da Silva Martins; Ada Pellegrini Grinover; João Baptista Herkenhoff; Fernando de Almeida Pedroso; Fernando Gentil Gizzi; Friedman Wendpap, Rômulo Moreira; Zeno Veloso; Paulo Lopo Saraiva, André Meira, entre outros.

O presidente de honra da ACED é o professor Raimundo Bezerra Falcão, “um dos baluartes do curso de Direito da Salamanca do Ceará”, conta Roberto Victor.

Ações

A Academia Cearense de Direito pretende realizar visitas em escolas públicas de ensino médio e fundamental para ensinar noções básicas de direito do consumidor e direito do trabalho, entre outras áreas. Pretende-se também, de três em três meses firmar convênios com instituições públicas e privadas para realização de palestras e colóquios sobre a vida e obra de grandes juristas cearenses, do passado e da atualidade.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Academia Cearense de Direito

outros destaques >>

Facebook

Twitter