28 C°

sábado, 16 de dezembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Agenda verde

terça-feira, 11 de julho 2017

Imprimir texto A- A+

12 de Julho
Dia do Engenheiro Florestal
Celebrado amanhã (12), o engenheiro florestal é o profissional que se dedica ao planejamento e análise dos ecossistemas florestais, promovendo as suas preservações de modo sustentável. Os interessados em seguir a profissão deverão concluir um curso de ensino superior nesta área.

14 de Julho
Dia Universal da Liberdade de Pensamento
Na sexta-feira (14), o mundo celebra o Dia Universal da Liberdade de Pensamento, ou seja, o direito de manifestar opiniões e ideias de forma livre, essencial nas democracias. Liberdade de pensamento é a liberdade “que um indivíduo tem de manter e defender sua posição sobre um fato, um ponto de vista ou uma ideia, independente das visões dos outros.” Não por acaso, neste dia comemora-se, a Queda da Bastilha, que marcou o início da Revolução Francesa.

16 de Julho
Dia do Comerciante
Considerado um dos profissionais mais antigos do mundo, o comerciante também tem a sua data especial, 16 de julho. Quem duvida da importância do comerciante e do comércio? O comerciante está frente do setor relevante e estratégico para o desenvolvimento socioeconômico de toda e qualquer localidade. Também, cumpre relevante função social ao atuar como elo entre o setor produtivo e o mercado consumidor, gerando empregos, renda e tributos. Para 2017, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o volume de vendas do comércio deva avançar 1,4% frente a 2016.

17 de Julho
Dia de Proteção às Florestas
Fundamentais para a preservação da vida no Planeta, as nossas florestas também têm um dia para que todos lembrem o quanto são importantes na manutenção do clima, dos regimes de chuvas e dos habitats naturais dos espécimes.
De acordo com a FAO, agência da ONU para a Agricultura e Alimentação, floresta é definida como uma “área medindo mais de 0,5 há, com árvores maiores que 5 m de altura e cobertura de copa superior a 10%, ou árvores capazes de alcançar estes parâmetros in situ. Isso não inclui terra que está predominantemente sob uso agrícola ou urbano.”
De acordo com a ONU, nos últimos 40, anos a média global per capita de florestas caiu de 1,2 hectares para apenas 0,6 hectares por pessoa. Por isso, não apenas em 17 de julho, mas todos os dias, é preciso lembrar o quão nocivo é o desmatamento, o grande responsável pela erosão do solo, escassez hídrica, desertificação, perda de biodiversidade, enfim, da eliminação da vida na floresta.

outros destaques >>

Facebook

Twitter