30 C°

sábado, 16 de dezembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Instituto promove Seminário de Educação Ambiental apresentando projeto de inclusão com a Escola

quinta-feira, 23 de novembro 2017

Imprimir texto A- A+

Com um projeto pioneiro no Brasil e que hoje, é uma referência em tecnologia social de sustentabilidade no município de Crateús, o Projeto LEVE (Local de Entrega Voluntária Escolar), idealizado pelo Instituto Brasil Solidário – IBS, estará entre as pautas do Seminário de Educação Ambiental, que acontece no próximo dia 27 de novembro nos municípios de Cascavel e Beberibe. O evento, que faz parte das ações desenvolvidas pelo IBS, em parceria com a Secretaria das Cidades, através do Consórcio Municipal para Aterro de Resíduos Sólidos (Comares) – Unidade Cascavel, contará com a presença de gestores municipais, coordenadores de escola, professores e alunos da região, para debaterem alternativas viáveis que podem unir a comunidade escolar e a gestão local para alcançarem soluções de impacto ambiental de forma efetiva no município.

Seguindo o mesmo modelo das atividades do Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, do IBS, o seminário traz uma programação dinâmica e participativa, que para além do formato de debate, levará um jogo educativo que ressalta três pontos primordiais da educação ambiental: reduzir, reutilizar e reciclar. De forma lúdica e interativa, serão apontados vários fatores que contribuem para a produção mais limpa desde o ponto de produção até a venda de produtos em fábricas e empresas.

Para desenvolver a atividade e falar sobre o case de sucesso LEVE, responsável por reciclar 100% dos resíduos da área urbana de Crateús através da colocação de coletores nas escolas, o IBS, convidou a Gestora Ambiental, Márcia Andrade, que atuou como Secretária do Meio Ambiente de Crateús, no período que o projeto foi implementado, para compartilhar suas experiências enquanto gestora e educadora do município.

“Eu acredito na educação ambiental como uma ferramenta fundamental para o processo de transformação, e nós vimos isso acontecer em Crateús, nós estamos falando de uma proposta de baixo pra cima, que começa dentro da escola, e passa a influenciar familiares, alunos e consequentemente toda a comunidade, chegando até o poder público como uma solução para vários problemas ambientais, sem grandes custos e de forma coletiva com o município, além da geração de renda e coleta seletiva de qualidade que já chega na associação de catadores separada e pronta para ser reutilizada”, explica a palestrante Márcia Andrade.

Através da proposta bem sucedida do projeto LEVE, a coleta do material depositado nos “Eco pontos escolares” passou a ser realizada pelos veículos da prefeitura, sem custos extras para o município, e está integrada à coleta municipal pela Associação Recicratiú.  A ideia proporcionou uma fonte de renda para 21 famílias de catadores de resíduos que antes moravam no lixão e hoje trabalham nos centros de coleta.

O LEVE está atualmente implantando em 31 escolas do município e já coleta 30 toneladas de papel e garrafas PET por ano. 20% da renda da venda dos recicláveis é revertida em compra de material esportivo, passeios para os alunos das escolas e em trabalho de inclusão social junto aos catadores. Em 2013 a Presidência da República reconheceu a proposta como uma das 4 melhores experiências de inclusão e coleta do Brasil.

Parceria IBS e Secretaria das Cidades do Estado do Ceará

Foi em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo IBS na cidade de Crateús e replicado em Tamboril, por meio do Projeto LEVE, que a Secretaria das Cidades do Estado do Ceará, através do Consórcio Municipal para Aterro de Resíduos Sólidos (Comares) – Unidade Cascavel, firmou parceria com o Instituto Brasil Solidário, para desenvolver as atividades do Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, nas escolas da rede pública dos municípios de Beberibe, Pindoretama e Cascavel, que vem sendo realizadas desde o início deste ano, com ações de educação ambiental em eixos da arte, cultura, incentivo à leitura, saúde, todos com reutilização e reaproveitamento de materiais recicláveis em vários ambientes da escola.

Diante dessa parceria, o Instituto Brasil Solidário surge para fortalecer as estratégias de foco do Consórcio COMARES, que atua promovendo e articulando ações que possam fomentar ideias e soluções para os problemas relacionados aos resíduos sólidos nos municípios atendidos. Unindo a expertise do IBS com atividades educacionais de referência e que tem gerado resultados efetivos e de multiplicação em escolas de várias regiões do Brasil, e o alcance do COMARES em articulações com as instituições representativas da sociedade e os órgãos públicos locais, a iniciativa pretende alcançar desde a comunidade às autoridades públicas com sugestões que podem se tornar políticas públicas eficientes de preservação ao meio ambiente.

O Seminário de Educação Ambiental surge com a proposta de somar junto as ações já implementadas ao longo do ano, na escola Desembargador Pedro de Queiroz, em Beberibe/CE, escolhida como “escola modelo” para a aplicação do PDE, e que sediou as formações realizadas para os professores dos municípios de Beberibe, Pindoretama e Cascavel, no Ceará. A escola já conta com um espaço para coleta seletiva e muitos outros ambientes produzidos e decorados pelos próprios alunos e professores com materiais reutilizáveis, como o escóvodromo sustentável, a biblioteca com prateleiras, caixotes e banquetas feitas de paletes, além do material do teatro de bonecos feitos pelas mãos de alunos e familiares com retalhos e tecidos coletados na comunidade.

O Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE) é uma realização do Instituto Brasil Solidário, em parceria com empresas e fundações privadas como: Echoenergia, Instituto Samuel Klein, Palmeirinha Ação Social, Machado Meyer Advogados, Tecnisa, OverSeas e Bank of América Merrill Lynch, além do apoio das Prefeituras Municipais dos Municípios de Cascavel, Beberibe e Pindoretama e o Governo do Estado do Ceará – Secretaria das Cidades (Consórcio COMARES).

SERVIÇO

Seminário de Educação Ambiental – dia 27/11;
Manhã – Município de Cascavel

Horário: 08 às 11h

Local: Núcleo de Arte e Cultura (NAEC) – Cascavel/CE

Tarde – Município de Beberibe

Horário: 13h às 16h

Local: Escola Municipal Desembargador Pedro de Queiroz

(Rua: Jose Bessa, 561 – Centro – Beberibe – CE)

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Instituto Brasil Solidário Seminário de Educação Ambiental

outros destaques >>

Facebook

Twitter