sábado, 15 de dezembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Na era do Diversitywashing como saber se a empresa realmente valoriza a diversidade

terça-feira, 27 de junho 2017

Imprimir texto A- A+

Atualmente, as pessoas que me procuram para conversar sobre diversidade têm dito que “este é o tema do momento”, e é realmente! As empresas têm se posicionado sobre o assunto, principalmente no marketing (comunicação e produtos), que enquadram um ou outro segmento diverso, assim como viabilizando eventos e palestras sobre o tema.

Mas analisando profundamente a estratégia dessas empresas, como tratam o tema diversidade? Com o objetivo de chamar a atenção para o debate, que criei a expressão “Diversitywashing”, que é inspirada numa outra muito utilizada na Sustentabilidade: o “Greenwashing” que significa “lavagem verde” e diz respeito à tentativa de simular uma atividade mais ambiental e socialmente correta do que a realizada de fato.
No caso da Diversidade, tenho a sensação de estar vendo muito “Diversitywashing” por aí. Empresas que lançam comerciais e produtos com foco nos públicos de diversidade, tais como mulheres, negros, LGBTs, pessoas com deficiência (PCDs), entre outros, mas que da porta para dentro não atuam com foco na gestão para Diversidade.

Vejamos o perfil Social, Racial e de Gênero, das 500 maiores empresas brasileiras, realizado pelo Instituto Ethos, em 2010 e 2016. Em 2010, no quadro executivo, negros representavam 5,3; mulheres 13,7% e Pessoas com Deficiência (PCDs) 1,3%. Em 2016, no quadro executivo negros eram 4,7%, mulheres 13,6% e PCDs 0,6%. Ou seja, os avanços são lentos e alguns indicadores demonstram retrocessos.
Mas como confirmar se uma empresa está fazendo Diversitywashing? É simples entre no site das empresas ou acesse seu Relatório de Sustentabilidade e confirme se disponibilizam informações percentuais destes grupos de diversidade não só no quadro funcional, mas também na alta liderança e no Conselho Administrativo.

Planejamento
A empresa deve ter um percentual minimamente significativo e em mais de um desses grupos. Caso não tenha, porque começou a atuar recentemente, não há demérito, desde que compartilhe um Planejamento para atuação de curto, médio e longo prazo.
Diversidade é um tema que fala ao coração. E isso é algo maravilhoso, mas no mundo das empresas e do governo, isto não é suficiente. Minha dica é: não atue sozinho, procure um consultor sério, afinal é necessário fazer a gestão do tema. Transparência com stakeholders. Esforço coordenado.

Terceirização e Logística na pauta semanal do CIPP

Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Aecipp) promove, a partir de hoje, dois encontros para troca de conhecimentos e experiências entre os associados e convidados. Os temas em destaque são de grande interesse e importância para o crescimento sustentável do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp) e permeiam as áreas de Recursos Humanos (RH) e Logística.

Fórum de RH
A 6a edição do Fórum de Recursos Humanos vai levar o advogado Pedro Henrique Fontenele à sede da Aecipp P para uma palestra sobre os aspectos práticos envolvendo a nova Lei de Terceirização, Jornada de Trabalho e eSocial. Na ocasião o advogado apresentará as principais mudanças relacionadas à terceirização de trabalhadores e de que forma ela impacta no dia a dia das empresas.
Segundo a coordenadora do Fórum, Ana Loturco, atualmente, esse tema é um dos mais importantes para profissionais de RH. “As mudanças na legislação têm reflexos na condução do nosso trabalho”, disse.
“O Complexo do Pecém gera mais de 50 mil empregos diretos e indiretos, é muita gente. Então é de extrema importância que a gente conheça os detalhes da nova legislação e a sua aplicabilidade nas empresas”, encerra. O Fórum de RH acontece nesta terça, a partir das 8h:30, na sede da Aecipp, termina amanhã.

Logística
Para a área de logística, o Comitê Temático de Infraestrutura Industrial da Aecipp vai promover a 7a edição do Ciclo de Palestras, com o tema principal “Integrando Logística e Tecnologia como Fator Competitivo”, ministrada pelo especialista Ricardo Montagna. O encontro acontece a partir das 9 horas, também na sede na sede da associação.

 Por Liliane Rocha*
*Diretora executiva da Gestão Kairós – consultoria especializada em Sustentabilidade e Diversidade. Para mais informações: www.gestaokairos.com.br.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter