domingo, 26 de maio de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

SEMA realiza Semana da Biodiversidade de 21 a 25 de maio

terça-feira, 22 de maio 2018

Imprimir texto A- A+

22 de maio, Dia Internacional para a Diversidade Biológica. A data declarada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992, visa conscientizar a população mundial sobre a importância e a necessidade da proteção da biodiversidade em todos os ecossistemas do planeta. Normalmente, nesta data, várias instituições em todo o mundo organizam atividades com o objetivo de chamar atenção da população em geral, sobre a importância do tema para o equilíbrio da vida na Terra.

Reprodução

A Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), por meio da Coordenadoria da Biodiversidade (Cobio) e as células de Gestão das Unidades de Conservação da Diversidade Biológica e Setor de Fauna e Flora, realiza de 21 a 25 de maio, a Semana da Biodiversidade 2018. Segundo a coordenadora Doris Santos, da Cobio, o objetivo “é divulgar a necessidade de conservação da biodiversidade, focando na proteção dos recursos naturais, condição sine qua non para o bem estar e qualidade de vida da população”. Acrescenta ainda, que a programação da Semana está “recheada de atividades em todas as unidades de conservação (Ucs)”.

As comemorações alusivas à nossa biodiversidade começam com um passeio de barco para 30 convidados, dia 21 (segunda-feira), às 9h, no Estuário do Rio Ceará. O evento contará com a presença do titular da SEMA, Artur Bruno. De acordo com George Feijão, gestor do Parque Estadual Botânico e idealizador do passeio, “a proposta do passeio é propiciar aos convidados, uma visão real do nível de poluição do Rio Ceará”. O barco partirá do marco zero, na Barra do Ceará, indo de encontro à delegação dos índios Tapebas que sairá da Aldeia das Pontes em embarcações próprias.

I Seminário Mata Atlântica

A Semana da Biodiversidade encerra com a realização do I Seminário de Estratégias para Preservação e Conservação da Mata Atlântica. O objetivo é discutir estratégias de conservação e preservação do bioma, acontece no decorrer do próximo dia 25 (sexta-feira), no Campus de Educação Ambiental e Ecológica da Universidade Estadual do Ceará, em Pacoti. Na ocasião, o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, lança edital do Programa de Incentivo às Unidades de Conservação Municipais (ProUCm).

Para o diretor de Politicas Públicas da SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani, um dos palestrantes do evento, “a compreensão da distribuição territorial da Mata Atlântica é fundamental para envolver a sociedade e enriquecer o debate sobre a importância da conservação e restauração do bioma”. De acordo com Mantovani, um dos instrumentos mais eficientes para que os municípios façam a sua parte na proteção do bioma é o Plano Municipal da Mata Atlântica (PMMA).

Dados da organização SOS Mata Atlântica apontam que dos 184 municípios do Estado, 67 têm ocorrência do bioma, “o que faz do Ceará um dos 17 estados brasileiros com remanescentes de Mata Atlântica”, como disse Artur Bruno. “Originalmente, o bioma cobria cerca de 6% da área do nosso Estado”, completa o secretário.

Confira a programação no site da SEMA: http://www.sema.ce.gov.br/ index.php/sala-de-imprensa/ noticias/47240-sema-realiza- semana-da-biodiversidade-de- 21-a-25-de-maio

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Semana da Biodiversidade I Seminário Mata Atlântica Diversidade Biológica

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter