domingo, 16 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Esquema criminoso na cidade de Farias Brito é desarticulado

segunda-feira, 03 de junho 2019

Imprimir texto A- A+

Uma operação deflagrada, na manhã desta segunda-feira (3), resultou nas prisões temporárias de cinco suspeitos, entre eles, quatro agentes de trânsito, na cidade de Farias Brito – Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19). Conforme as diligências, o grupo era envolvido em um esquema fraudulento que consistia em obter pagamentos ilícitos de motoristas, que cometiam infrações na cidade. Uma autoescola do município também era envolvida na ação criminosa, tendo o proprietário do estabelecimento sido preso durante a ofensiva.

Divulgação / SSPDS

Além da Delegacia Municipal de Farias Brito, foram empregadas equipes das Delegacias Regional do Crato e Municipais de Assaré e Várzea Alegre. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em locais como o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) da cidade e também na autoescola.

Foram presos, por intermédio de mandados de prisão temporária, os agentes de trânsito: Raimundo Joaquim Ferreba dos Santos (34) – com antecedente criminal por contravenção penal, Abimael Gonçalves Ludgerio (31), Victor Ellen Pereira Santos (30), Luis Alves Batista (29); estes três sem antecedentes criminais. O proprietário do estabelecimento envolvido, Ailton Costa Lima Oliveira (43), sem antecedentes criminais, também foi preso.

Conforme as investigações, os agentes abordavam o motorista, alegando sobre infrações de trânsito que o condutor teria cometido. Com isso, eles pediam que a pessoa fosse até a autoescola para pagar o valor da multa, de forma que os envolvidos se beneficiavam com a conduta ilícita.

Diante das denúncias, a Polícia Civil iniciou as diligências e identificou as pessoas que integravam o grupo criminoso. Os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia Regional do Crato, onde se encontram à disposição da Justiça. Eles deverão responder por associação criminosa, corrupção e concussão (ato de exigir para si ou para outrem vantagem indevida), a depender da participação de cada um nos crimes.

Atualizado por Jorge Alves
jorgelbalves@gmail.com
Fonte: SSPDS

Mais conteúdo sobre:

Cidade esquema criminoso Farias Brito Desarticulado

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter