28 C°

quinta-feira, 27 de julho de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Municípios do Ceará podem se inscrever no Selo Unicef

quinta-feira, 13 de julho 2017

Imprimir texto A- A+

As inscrições para a o Selo UNICEF – Edição 2017-2020 estão abertas. Podem se inscrever 2.278 municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira até 31 de julho. A iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) estimula que os municípios implementem políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Os documentos para a inscrição podem ser acessados em www.selounicef.org.br. Nos próximos quatros anos, os municípios inscritos deverão investir em ações para melhorar a oferta e a qualidade de serviços de saúde, educação, assistência social e participação, visando produzir impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes.

114 municípios
Na edição anterior, 114 municípios promoveram a Semana do Bebê, para realizar atividades de assistência à Primeira Infância; 108 municípios realizaram ações de prevenção contra o Aedes aegypti envolvendo os Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (NUCAs) e 97 municípios realizaram busca ativa para atualizar suas taxas de crianças com necessidades educacionais especiais, outro passo importante para garantir o acesso à escola
Em 2016, como resultado dos investimentos em políticas de garantia aos direitos de crianças e adolescentes, 83 municípios do Ceará foram certificados com o Selo UNICEF Município Aprovado. O Estado possui o maior número de municípios certificados na região semiárida brasileira.
Para o lançamento desta edição, o ator Lázaro Ramos, embaixador de boa vontade do UNICEF, convoca os prefeitos, em vídeo, para aderirem o Selo UNICEF.

O Selo UNICEF é uma certificação internacional com objetivo de mobilizar a sociedade, poder público e parceiros em reconhecimento aos avanços registrados pela infância e adolescência. “O UNICEF capacita os gestores municipais e define os indicadores que ajudarão a monitorar os resultados das ações. Mas esses resultados só aparecem em consequência de um trabalho intersetorial no município”, diz o representante do UNICEF no Brasil, Gary Stahl.

Quem pode se inscrever
Podem aderir ao Selo os municípios localizados em nove Estados do Semiárido (Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) e nos nove Estados que compõem a Amazônia (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins). Na edição 2013-2016, o Selo UNICEF recebeu 1.745 inscrições de municípios na Amazônia e no Semiárido.

outros destaques >>

Facebook

Twitter