segunda-feira, 25 de março de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Número de detidos por envolvimento em ataques no Ceará sobe para 215

Só entre a noite de ontem (08), e a madrugada desta quarta-feira (09), foram 30 criminosos capturados pelas Polícias

quarta-feira, 09 de janeiro 2019

Imprimir texto A- A+

O Governador do Estado, Camilo Santana, divulgou por meio do seu perfil  no Facebook, o número atualizado de prisões por ataques na Capital e interior. Até o momento, já foram detidas 215 pessoas envolvidas nas ações criminosas. Camilo ressaltou que houve redução significativa dos ataques e encerrou  informando que o trabalho dos profissionais de segurança continuará a ser intensificado para garantir a ordem.

Desse número, 17 são por coação junto aos comércios da Capital. Só entre a noite de ontem (08), e a madrugada desta quarta-feira (09), foram 30 criminosos capturados pelas Polícias cearenses em todo o Estado. Equipes de diversas unidades da Polícia Civil permanecem em diligências, mas as investigações estão concentradas na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Já policiamento ostensivo continua reforçado nos locais estratégicos e dentro dos coletivos de Fortaleza e Região Metropolitana.

Reprodução

Transferência

Vinte e um detentos chefes do Comando Vermelho, no Ceará foram transferidos para a Penitenciária Federal em Mossoró, no Rio Grande do Norte. A medida solicitada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações  Criminosas (Graeco), veio depois da confirmação de que eles estavam à frente dos ataques em todo o Estado, comandando as ações de dentro das prisões. Até o começo da manhã desta quarta-feira (09) já foram  registrados 164 ataques em 41 cidades estado. Mais quarenta presos, considerados líderes das facções GDE e PCC também serão retirados do Ceará.

Atualizado por Jorge Alves
online@oestadoce.com.br

Mais conteúdo sobre:

Suspeitos Detidos Ataques Criminosos

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter