28 C°

terça-feira, 21 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Prefeitura de Iguatu promove debate com mototaxistas

terça-feira, 11 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

O prefeito da cidade de Iguatu, Ednaldo Lavor, reuniu-se. no auditório da Secretaria de Assistência Social, com mototaxistas e representantes da categoria. O objetivo do encontro que reuniu também vereadores e secretários municipais foi discutir algumas reivindicações e dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores.
Durante a reunião que durou cerca de duas horas, a classe expôs suas principais necessidades. Para alguns, uma das maiores preocupações é a regulamentação da categoria, evitando assim que pessoas atuem irregularmente na área.

Outras reivindicações foram apresentadas, entre elas a falta de sinalização horizontal nos postos de trabalho, em áreas públicas, a falta de fiscalização, a falta de manutenção em vias públicas e uma maior celeridade na expedição de alvarás.

O prefeito Ednaldo Lavor ouviu todas as reivindicações, mostrou flexibilidade em atender à categoria e disse que dentro de alguns dias estará solucionado muitos dos problemas apresentados. “Nos próximos dias estaremos iniciando uma operação tapa buraco, a fim de garantir mais segurança no trânsito, além disso realizaremos um levantamento de todas as vagas em áreas públicas para que possamos cuidar da sinalização. Outra novidade que temos para a classe são os novos coletes que serão entregues gratuitamente dentro de alguns dias” concluiu Lavor.

Dados
A profissão de mototaxista e motofretista foi regulamentada em 2009, por meio da Lei 12.009. Em 2010, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou as Resoluções 350 e 356, que regulamentaram a Lei 12.009, estabelecendo que seu cumprimento entraria em vigor em setembro de 2012, sendo prorrogada, posteriormente, para fevereiro de 2013, com o objetivo de melhorar a segurança do profissional motociclista na via pública.
s táxis, mototáxis e as vans são os meios de transporte mais usados em mais da metade dos municípios brasileiros. A constatação foi feita a partir dos questionários respondidos por 5.565 prefeituras no ano passado para a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic 2009), divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2009, os serviços de transporte mais presentes foram táxi (80,8%), van (66,7%) e mototáxi (53,9%). Em 53,9% das cidades, havia serviço de transporte por mototáxi, com maior presença nos municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes. O serviço de vans está presente em 66,7% dos municípios e se concentra em cidades entre 20 mil e 50 mil habitantes (81,5%).

outros destaques >>

Facebook

Twitter