quarta-feira, 26 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Medidas tardias

Fernando Maia

Colunista - Política

quarta-feira, 28 de novembro 2012

Imprimir texto A- A+

O titular da Secretaria de Assuntos Estratégicos-SAE da Presidência da República,  Ricardo Paes de Barros, surge, de repente, com um alentado projeto e, como sempre tem ocorrido, de improviso, na tentativa de diminuir o irreversível “déficit” de mão de obra capacitada, que ameaça causar grandes perdas à economia do País. Em recente relatório, o Fórum Mundial de Economia, coloca o Brasil no 46º lugar em matéria de competitividade, sendo uma das causas desse lastimável atraso, a falta de mão de obra de qualidade. Para tentar “remendar” tal situação, o homem da SAE propõe a aplicação de R$ 33 bilhões, tendo como público-alvo 30 milhões de trabalhadores dos mais diversos ramos profissionais. A grana, seria retirada do abono salarial dos trabalhadores com carteira assinada, e que ganham até dois salários mínimos. O projeto, que é apresentado na base do “antes tarde do que nunca”, bem que poderia ter sido idealizado, apresentado, e já estar em plena vigência há muito tempo. Antes de assumir, há 14 anos, a cadeira, na Câmara dos Deputados, o deputado Ariosto Holanda (PSB), preocupado com a falta de capacitação já alertava sobre o problema. Se as advertências do parlamentar cearense tivessem sido ouvidas, não teríamos, hoje, milhões de trabalhadores despreparados, e milhões de postos de trabalho não preenchidos, obrigando empresas, todas elas preocupadas, a contratar mão de obra estrangeira. Vale o dito popular: “Quem não ouve conselho, ouve pancada…”

• A propósito…do deputado Ariosto, ele sugeriu, e o prefeito Roberto Cláudio deverá criar a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Município.

• Outras saídas. Conforme Ariosto, se houver problemas para a instalação imediata dessa Secretaria, o setor poderá ser distribuído entre secretarias condizentes.

• Sem privilégios. Para o ex-presidente da OAB-CE, Cândido Albuquerque, advogado eleito deve desativar de imediato a sua banca advocatícia. A seu ver, é um erro manter abertos esses escritórios em mãos de “testas de ferro”.

• Única saída. Do deputado Ely Aguiar (PSDC): “Se a União reduzir mais o FPM e FPE, terá que emprestar muito dinheiro a fundo perdido a estados e municípios”.

• Alertando. O afastamento do prefeito de Russas, Raimundinho da Funerária, pedido pelo MP, por perturbar a transição, é sinal amarelo para dezenas de outros.

• Ameaça. O vereador Plácido Filho (PDT), presidente do Sintsaf, adverte: o futuro prefeito terá que desmontar o heliponto, que ameaça toda a estrutura do IJF.

• Equívoco. Mesmo no seu direito, as deputadas da AL cometem equívoco, ao cobrar do futuro presidente da Casa vaga para mulher na Mesa. Não é com ele.

Razoável
O deputado Antônio Balhmann (PSB), que coordenou a reunião da bancada federal, para acertos sobre as emendas do Orçamento, considera razoável o que deverá caber ao nosso Estado, diante da “corrida” por essas emendas.

• Distribuição. Ficou assim o rateio de emendas: Governo do CE, 3; bancada federal 7; senadores, 3; PMF, 1; UFC, 1; Justiça federal, 1; remanejamentos, 2.

• Resolvendo. Comenta-se que, depois de amainada a crise PSB-PT, a presidente Dilma cuidará de acomodar a prefeita Luizianne em bom cargo federal.

• “Batata”. Estreando à frente do CNJ, o ministro Joaquim Barbosa, ao lado da ex-corregedora-geral Eliana Calmon, descascam o “abacaxi do nepotismo na Justiça.

• Congresso. No Hotel Praia Centro, ocorre o I Congresso Internacional de Educação Fiscal, à frente o secretário de Finanças de Fortaleza, Alexandre Cialdini.

• Sem surpresa. Lideranças do PMDB-CE estranham o alarde que se fez em torno do nome do senador Eunício, citado para a sucessão do governador Cid.

• Basta lembRar…que Eunício, desde que foi eleito deputado federal, ao ser indagado sobre os seus projetos dizia: “Todo político sonha governar a sua terra”.

CIDADÃO
Diz “O Globo”: Lula não pode se negar a falar sobre os “trampos” da sua amiga Rosemary Noronha; sem mandato, ele é um cidadão comum.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter