sábado, 21 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Modelo de competência

Fernando Maia

Colunista - Política

sexta-feira, 07 de dezembro 2012

Imprimir texto A- A+

Na sessão de ontem da AL, o Plenário, sem nenhuma discussão, aprovou o projeto de Lei 106/12, de autoria da deputada Míriam Sobreira (PSB), reconhecendo o município de Sobral como a “Capital da Educação do Estado do Ceará”. Inspirada e oportuna, a iniciativa da representante de Iguatu traz à tona um assunto sobre o qual ainda há muito a se fazer, para que o Ceará, em vez de ter apenas a “Princesa do Norte” como exemplo de um projeto educacional de destaque nacional, tenha em cada um dos seus municípios um projeto semelhante.

A verdade é que Sobral, que desde os áureos tempos do grande Bispo-Conde, dom José Tupinambá, tem sido destaque nesse setor, tem vivenciado verdadeiro “boom” nesse campo, depois dos dois mandatos do atual governador Cid Gomes, e do seu sucessor, Clodoveu Arruda, à frente da sua Prefeitura. Diante desse estrondoso e reconhecido sucesso, faltam mais explicações a respeito da não repetição dele nos demais municípios. Afinal, proporcionalmente os recursos estaduais e federais destinados à  Educação, pelo menos em tese, são iguais para todos os municípios. Não vale alegar, por exemplo, que Sobral chegou a esse sucesso pelo fato de ter um filho governador.

Até porque há outros municípios com bons “handicaps”. A realidade é que a  grande superiodade de Sobral explica-se pelo fato que ali se implantou uma sólida estrutura, em que se destacam, além de uma bela equipe de dirigentes e de professores de alta competência, uma magistral gestão dos recursos destinados à Educação. Se Sobral não for imitada nesse campo, não teremos outras “capitais” da Educação por muito tempo.     

• Atraso. Depois de 512 anos que o Brasil foi descoberto, a Câmara dos Deputados aprovou  uma Lei que define o que vem a ser uma organização criminosa.

• Acredite! Segundo a referida Lei, incorrem em crimes pessoas envolvidas em grupos que pratiquem fraudes de concursos públicos e em licitações, concessões, permissões e autorizações administrativas. Ou seja, são casos que permeiam a vida nacional há séculos.

• Combate. O Plenário da Al aprovou, ontem, projeto de indicação do deputado Roberto Cláudio (PCB), criando a Delegacia Especializada em Contratação de Marcas e Patentes.

• Uma vez…criada essa Delegacia, o estado do Ceará passará a contar com um eficiente instrumento para combater a pirataria e outros crimes hoje praticados.

• Mais um. Sem o mago da arquitetura mundial, Niemeyer, o Brasil fica  mais pobre, sem referências pessoais que nos façam merecedores de pelo menos um Prêmio Nobel.  

• Assinaturas. Garante o governador Cid, que os governadores prejudicados pelo veto ao rateio dos “royalts”,  já têm assinaturas para a votação da derrubada ainda este ano.

Superando
A despeito do embargo do Ministério Público Federal à construção do “Acquário do Ceará”, o secretário do Turismo, Bismark Maia, apresentou, ontem, no Centro de Eventos do Ceará, minucioso estudo sobre a viabilidade daquela obra.

• Expondo. O estudo a respeito dos pontos positivos e da efetividade do “Acquário”, foi eleborado pelo Ipce, exposto pelo próprio presidente Flávio Ataliba.

• Oficina. No dia 5, a Setur realizou em Ubajara, Oficina sobre Turismo, promovida pelo Prodetur, cujo objetivo é estruturar Ibiapaba como receptora turística.

• Interessado…direto no assunto, o secretário Bismark Maia prestigiou, junto com os técnicos da Setur, o evento que foi prestigiado por empresários regionais do setor turístico.

• Cautela. Afirmando que o Governo não deve ser atacado por perdas do NE com o  veto aos “royalts”, o deputado Antonio Carlos (PT), diz que o tema deve ser discutido seriamente.

• Apelo. Na AL, o deputado Júlio César Filho (PTN), propôs que seja enviada moção de apelo a todas as instâncias importantes, pela derrubada do veto aos “royalties”.

• Dramática. Para Júlio César, a situação dos estados sem “royalties” fica dramática, o que exige a união da UVB, ANPV, Aprece, Alse todas as Câmaras municipais do Ceará.

• Não deu. Apesar do bom trabalho à frente do TCM, o presidente Manoel Veras não conseguiu se reeleger, ante a força dos Aguiar, perdendo para um deles, Chico.

• Encontro. Os líderes pedetistas, Papito Oliveira e Flávio Torres, participaram ontem, em Brasília de encontro de avaliação do PDT no pleito de outubro.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter