quinta-feira, 27 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

O poder acima de tudo

Fernando Maia

Colunista - Política

quinta-feira, 06 de dezembro 2012

Imprimir texto A- A+

Desde bem antes que os destinos da humanidade passassem a ser regidos pela  atividade política, não se ouve falar em outra preocupação que não seja o desejo de dominar. Chegar ao poder, aceitável como um direito é, na maioria dos casos, tido como finalidade maior, e, às vezes, meta única. No caso do Brasil, a “fartura” de partidos está longe de ser traduzida como interesse  público, mas a ganância obsessiva dos políticos de chegar aos governos e parlamentos. Tomando como exemplo o Brasil, em nível federal, não se conhece um único partido governista, dos “gigantes” aos “nanicos”, cujo objetivo maior desejo seja o de tornar melhor a vida da população. Uns, que todos nós conhecemos, só pensam em ministérios, secretarias de ministérios, presidências de estatais e milhares de empregos para amigos e militantes; outros, os “liliputianos”, só querem que seus “donos” se deem bem, mercadejando os poucos votos de que dispõem. O mesmo ocorre em relação aos estados e municípios. Como defendia o honrado deputado Figueiredo Correia, as eleições para o poder Executivo, em vez de batalhas campais e muitas vezes sanguinolentas, deveriam ser resolvidas por consenso, sem os partidos se estraçalhando para tomar as rédeas do poder. O problema, lembrava outra figura notável, o governador César Cals, é que, bem acima das diferenças doutrinárias e do desejo de  bem servir, da maioria dos políticos, está a ganância por cargos rendosos, que só beneficiam uma ínfima parcela de privilegiados e de protegidos. Essa situação, infelizmente, está longe de mudar.

• Disputa. O presidente do TCM, Manoel Veras, enfrenta o conselheiro Chico Aguiar, na eleição de hoje, a primeira em muitos em que há disputa naquela Corte.

• Indignação. Petistas-lulistas  do Ceará mostram-se indignados com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, que teria tratado o ex-presidente Lula, como político aposentado ao cobrar “respeito pelo legado dele”…

• Repaginação. Na visão do presidente regional do PSDB, Carlos Matos, o partido necessita de profunda reformulação no Ceará, onde tem sofrido pesadas baixas.

• Nome melhor. Para Matos, mesmo o senador Aécio tendo se esquivado a se considerar pré-candidato, ele é o melhor nome do partido e um dos melhores do Brasil.

• Manifestação. Em ato público, ontem, no Fórum Clóvis Beviláqua, o presidente da AMC,  Ricardo Barreto, defendia um Judiciário mais forte e sem mais cortes dos seus recursos.

• Fugindo. O deputado Henrique Alves (PMDB), com o pé na presidência da Câmara, foge do “abacaxi” da cassação de deputados réus do mensalão, por aquela Casa.

ABERTURA
Quando participar, segunda-feira, 10, da reunião da Diretoria da FIEC, na sede daquela entidade, o prefeito eleito de Fortaleza deverá estar preparado para ouvir cobranças da entidade, a respeito de uma maior abertura para a indústria em Fortaleza.

• Festa. Segundo o prefeito eleito, Roberto Cláudio, Fortaleza terá o seu “Réveillon-2013”, para isso, basta a PMF contratar os artistas, o que dispensa até licitação.

• Acquário. Em meio à batalha pelos “royalts” do petróleo, o governador Cid tem uma boa notícia a dar: estão resolvidas as exigências ambientais para as obras do Acquário.

• Polêmica. O “jogo-do-empurra” entre Ibama, Semam e Semace, que impede empresários de se estabelecer no Ceará, deverá ser abordado na AL, antes do recesso.

• Terra boa. A Ibiapaba recupera a condição de região maior produtora de tomate do NE. Foi “descoberta” pelo megaempresário-produtor francês, Molenar Régis.

• A propósito…aquela já chamada de “celeiro do Ceará”, que domina a produção e exportação de flores do Ceará, começa também a produzir maçãs de alta qualidade.

• Batata quente. A CCJ do Senado, presidida pelo cearense Eunício Oliveira, tem em mãos uma “batata quente”: aprovar a redução da idade penal de 18 para 16 anos. 

• Liderança. O deputado cearense André Figueiredo (PDT), poderá ser reconduzido à liderança do partido. Trata-se de uma das razoáveis revelações da política do Ceará.

• Cobrando. Deputados federais do Ceará, exigem a liberação urgente de R$ 90 milhões, para a aquisição de 113 veículos, e a instalação de mais 37 escritórios da Ematerce.

• Menos sede. O titular da SDA Nelson Martins, cobrou dos ministérios do Planejamento e Integração, a construção de mais 16 mil cisternas de polietileno para o CE.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter