sexta-feira, 20 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Triângulo das Bermudas

Macário Batista

Colunista - Política

sexta-feira, 08 de fevereiro 2013

Imprimir texto A- A+

• O Governador com sua habitual engenharia política até que bem sucedida, botou numa bandeja de prata o acordo dele, com o PMDB e o PT, para manter o que for possível das ligas do PSB com o tal do PT, sem Luizianne Lins. Só que isso passa por próceres do PMDB, o garganta profunda da vida política nacional. É assim: Com a saída de Raimundo Macedo, da Câmara Federal, para ser prefeito de Juazeiro do Norte, abriu uma vaga que seria do primeiro suplente, o atual presidente do departamento de Meio Ambiente do Estado, Paulo Henrique Lustosa. Danado é que o Governador, que é hoje o chefe de PH, quer que ele fique no cargo que ora exerce para garantir o lugar para o terceiro suplente, o quixadaense, ex-prefeito Ilário Marques, do PT. Ilário é voz forte e poderosa no partido e parceiro de Cid noutros tempos. Só que, no meio do caminho ainda tem o Gera, segundo suplente José Gerardo Arruda, filho, rebento da deputada Inês Arruda e do dep. José Gerardo Arruda. Por Gera, não seria assim tão difícil, não. Pra ele é fácil assumir o lugar (se Paulo Henrique aceitar a ponderação de Cid) passar dez dias na Câmara Federal e sair de licença. Garante o mandato e assegurar a hora de voltar, quando quiser e se os tempos e os ventos lhe forem favoráveis. Um triangulo que nasce no Abolição, passa por Caucaia, vai ao Quixadá e…seja o que a política da boa vontade e do combinemos reservar ao povo do Ceará. Perna nova no triângulo; Domingos Neto estaria disposto a abrir mão do posto que lhe foi oferecido pra cuidar da Copa do Mundo, em Fortaleza, e continuar deputado federal. Isso ainda vai rolar muito.

• A morte comanda o sertão – Calma, gente! É o gado. Já perdemos mais de 100 mil cabeças de gado com esta seca, tida e havida como a maior dos últimos 50 anos. 

• Povo, nem tanto – Pra Cirilo Pimenta, prefeito de Quixeramobim, o povo não está sofrendo muito porque o carro-pipa está dando conta do abastecimento humano. O bicho é que tá morrendo de sede.

• E de fome… – Pega no ponto o deputado Rogério Aguiar, das bandas do Marco, nas barrancas do Acaraú. Quem está sofrendo é o gado. O povo sofre por ver o sofrimento do bicho.
• E mais… – Diz Rogério Aguiar, que cuida de umas tantas cabeças de gado leiteiro; a nossa sorte, na nossa região, é o que sobra do perímetro irrigado Baixo Acaraú. Fica caro, mas o boi não morre.

• Carnaval – O prefeito Alexandre Ferreira Gomes, do Acaraú, resolveu um problema de Carnaval com inteligência. Terceirizou a festa. Uma empresa vai fazer o Carnaval numa praça cedida pela Prefeitura.

• Razões – Alexandre Ferreira Gomes conhece as dificuldades pelas quais está passando o cofre da terra dele e resolveu não botar um tostão pra fazer festa. Aí…que o povo brinque em paz.

tudo pelo social
Esta coluna sente-se honrada em sugerir algo para os parceiros que têm medo e respeito pela Lei Seca. Eis uma boa para este carnaval. Vá e volte vivo. Os seus esperam por você inteiro e vivo.

• Sabe o carnaval de Camocim? – Tem mais, não. A quebradeira deixada na  Cidade não permite que a Prefeita arrume um piston pra tocar na praia. Amigos da cidade levarão suas próprias charangas e olhe lá.  

• Candidatos – Saiu Moésio Loiola da Assembleia. Vão querer o lugar dele e mais um outro, o poeta César Barreto, que já foi deputado e Luciano Arruda, filho, irmão de Veveu.

• O que é bom tá guardado – Há quem aposte em lugar muito melhor pra Veveu Arruda, prefeito de Sobral, num futuro próximo. Muito próximo. Veveu é filiado ao PT que em Sobral é ele mesmo.

• Refinaria? humm! – A bendita refinaria que o Ceará espera é, de longe, sonho de uma noite de verão. Graça Fortes, presidente da Petrobras, é definitiva: Não há como investir, com os prejuízos que a empresa vem tendo.

• Promessa é dívida – A Procuradoria do Município de Fortaleza entrou com ação na Justiça para pôr fim ao contrato que autoriza cobrança de pedágio na Ponte do Rio Ceará, na banda de Fortaleza.

• Escorregando na maionese – Adriano Pires lembra que a Petrobras, no governo do PT, já teve seu lucro reduzido quatro vezes: Em 2004, 2007, 2009 e agora em 2013.

• Cai cai – Já a produção de petróleo caiu duas vezes, em 2004 e 2012. “Isto, mesmo com preço do petróleo a 100 dólares”, diz o consultor.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter