segunda-feira, 17 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Um nome sem rejeições

Fernando Maia

Colunista - Política

segunda-feira, 12 de novembro 2012

Imprimir texto A- A+

Uma das especulações mais positivas sobre a futura equipe do  prefeito eleito Roberto Cláudio, tem a ver com a Secretaria da Saúde do Município. O nome em destaque, tem sido o do médico e ex-vereador do PT,  José Maria Pontes. A torcida é grande a favor do competente profissional, que com firmeza e dedicação à  frente do Sindicato dos Médicos, é hoje tido como uma das unanimidades de Fortaleza e do Ceará, como profissional da medicina, na vida pública e na política. Sobre o assunto, ele nada comenta, mas confirma a sua intenção de colaborar no que for necessário para que o prefeito Roberto Cláudio realize um grande trabalho em relação à saúde pública da capital cearense, e que, para isso, ele esteja inspirado ao escolher o titular dessa pasta. Para Pontes, se for cumprido o compromisso de dar a  prioridade ao saneamento da cidade, os hospitais, sejam públicos ou privados, poderão ver o fim das infindáveis filas nos seus corredores, que são uma afronta à condição humana. Anda na visão dele, uma das medidas mais urgentes e necessárias nesse campo, seria um novo arranjo na utilização dos hospitais. A seu  ver, o Hospital da Mulher poderia ser adaptado para hospital de traumas, ao mesmo tempo em que, sem grandes problemas, os três hospitais Frotinhas, ao lado do Hospital N. S. da C onceição, do Pirambu, poderiam ser transformados, cada um deles, num Hospital da Mulher. É bem verdade que entre centenas de médicos de que Roberto Cláudio poderia dispor para a Secretaria da Saúde, dezenas deles estão capacitados para o cargo, crucial para toda a Cidade. Só que o ex-zagueiro Pontes, do América F.C. ou “Mequinha” está, como poucos, “no ponto” para essa Secretaria.

• A confirmar. Sobre o Hospital da Mulher, há denúncias de que, após a eleição, profissionais e equipamentos importantes estariam sendo devolvidos aos seus hospitais de origem…

• Olho nêles, Dilma! Depois do governador Campos (PSB-PE)“ameaçar” a hegemonia do PT no poder federal, outros “pegaram corda”, como o PDT e, por último, o PTB, que estaria propenso a lançar nada menos do que o senador Fernando Collor, para encarar Dilma-2014.

• Cismados. Tem muito peemedebista, daqui e de fora, “cismado” com a proposta do governador Cid, para que o vice-presidente Temer vá para o Senado. Os socialistas torcem.

• Fofocas? A prefeita Luizianne, que tem sido manchete devido aos aborrecimentos com a perda da eleição, afirma que nem cancelará o “réveillon-2013”, nem se afastará do PT. Então, tá!…

• Que remédio? Sem nenhuma surpresa, os pequenos partidos da antiga bancada governista da CMF, migram, livremente, para o outro lado. Precisam do esteio do Executivo.

• Encolhendo. Para o deputado José Linhares (PP) se a Justiça passasse a cassar partidos e políticos eleitos por banqueiros e grandes empresários, o Legislativo estaria esvaziado.

Na luta
O deputado Antonio Balhmann (PSB), coordenador da bancada federal do Ceará, quer o empenho de todos os deputados e senadores do Estado empenhados na liberação dos cerca de R$ 600 milhões destinados à malha federal do estado, e que continuam no papel.

• Está forte. Na visão do deputado Danilo Forte (PMDB), a presidente Dilma com o nível de aprovação de que dispõe, poderá ser reeleita sem se escorar em mais ninguém.

• Mais cautela. Sobre a reeleição de Dilma, o deputado Zé Arnon (PTB) diz que ela tem três gigantescos desafios: aquecer a economia, solidificar a infraestrutura e a eficiência da gestão.

• Outra história. Começa a se esvair a “certeza” de que o deputado Zezinho Albuquerque (PSB) seria a “poule 10” na disputa pela sucessão do presidente da AL, Roberto Cláudio.

• Os outros. Os outros nomes socialistas para a presidência da AL, são o do ex-presidente da Casa, Welington Landim, e do coordenador da campanha de Roberto Cláudio, José Sarto.

• Ocorre que…como o mano de Sarto, Alpídio (PSB), está cotado para presidir a CMF, há uma compreensão, que é geral, de que só um  dos Nogueira chegará a uma dessas presidências.

• Comenta-se…em Brasília que, se o empresário Cachoeira “entregar” todos os políticos com ele  envolvidos, a CPI “dele” poderá até “abafar” o julgamento dos mensaleiros.

• Rasgando. Para o deputado Fernando Hugo se o PT não expulsar de suas fileiras os réus condenados Dirceu, Genoíno e Delúbio estará “rasgando” o seu próprio Estatuto.

• Liberdade. O vereador Walter Cavalcante (MDB) quer que os vereadores possam aplicar os R$ 700 mil de Emendas em projetos seus, e não em projetos da PMF, como vem ocorrendo.

 

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter