domingo, 22 de julho de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Ceará volta a gerar empregos após três meses em queda

Nos seis primeiros meses de 2017, o Ceará acumula uma perda de 12 mil empregos, mas o último mês foi positivo

terça-feira, 18 de julho 2017

Imprimir texto A- A+

O Ministério do Trabalho e Emprego mostram os dados positivos do mês de junho em que o Estado do Ceará voltou a gerar empregos após três meses seguidos de queda.

Ilustração

Nos seis primeiros meses de 2017, o Ceará acumula uma perda de 12 mil empregos, mas o último mês do semestre foi positivo, com 133 admissões a mais que demissões.

Os dados do Cadastro Nacional de Emprego e Desemprego (Caged) apontam que Aracati foi a cidade que mais ofertou vagas além das reduções dos postos de trabalho, com saldo de 195 trabalhadores a mais com carteira assinada no mês.
Em seguida aparecem Eusébio (161), Aquiraz (155), Acaraú (133) e São Gonçalo do Amarante (117).

Com Informações do G1

Mais conteúdo sobre:

Empregos Caged

outros destaques >>

Facebook

Twitter