quarta-feira, 23 de janeiro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

CNA realiza reunião para implantar rede agropecuária

segunda-feira, 06 de fevereiro 2017

Imprimir texto A- A+

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), realiza, amanhã (7) e quarta-feira (8), em Fortaleza, na sede do Sistema Faec/Senar-CE, uma reunião preparatória para a implantação da Rede Agropecuária de Comércio Exterior do Ceará (Interagro Ceará), com a presença da superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra Silva, e Pedro Henrique de Souza Neto, do setor de Inteligência Comercial. “O Interagro será realizado em julho próximo, durante a realização do Seminário Nordestino de Pecuária (Pecnordeste), em Fortaleza, com a participação de diversos especialistas em comércio exterior”, anunciou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará (Faec), Flávio Viriato de Saboya Neto.
A reunião preparatória contará com a participação de representantes das Câmaras Setoriais da Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece) e dos coordenadores setoriais do Pecnordeste das cadeias produtivas – apicultura, aquicultura, Suinocultura, avicultura, cajucultura e ovinocaprinocultura –, produtores e associações de entidades governamentais e de assistência técnica, de logística, entre outros. Foram convidados ainda, representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Ceará (Senar-Ce), da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Câmara Setorial do Comércio Exterior, Banco do Nordeste (BNB) e Banco do Brasil (BB).

Potencial
O objetivo do Interagro é preparar os produtores e empresários rurais nos temas relacionados ao comércio internacional e seu alinhamento com as atividades da Rede Agropecuária do Comércio Exterior da CNA. No Ceará, ele visa a criação de uma cultura exportadora, o credenciamento dos interessados, licenciamento de exportações, o uso de ferramentas de promoção comercial, os conhecimentos no trato de negociações internacionais, o nivelamento quanto às barreiras sanitárias, os procedimentos de comércio exterior e os processos de alterações tarifárias.

Como no Ceará existe a exportação de frutas e flores, já há uma experiência nessa área, a Faec acredita que o projeto da CNA poderá impulsionar o agronegócio cearense quando o Interagro estiver em plena atividade, assim como acontece em outros estados em que a CNA já implantou a iniciativa. Com o exemplo da Austrália, que exporta muita carne de ovinos e caprinos, o Ceará tem grande potencial para exportação, o que não existe atualmente. “Há grandes mercados para ovinocaprinocultura que não praticam a exportação e que podem abrir o leque para os produtores, bem como a oportunidade que o Ceará tem com o Porto do Pecém e a produção estratégica de países da Europa, que outros estados não têm”, ressaltou Flávio Saboya.

Programação terá série de eventos para produtores
A reunião terá início às 14h30, com a participação da Comissão do Pecnordeste e dos técnicos da CNA, para conhecimento do Interagro Ceará – previsto para os dias 6 e 7 de julho, durante o Seminário Nordestino de Pecuária. Na quarta-feira, dia 8, das 8 às 10 horas, será a vez da reunião de trabalho com a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura, Clube do Berro, Acocece e outras associações vinculadas ao setor, com a participação dos técnicos da CNA.
Ainda no dia 8, de 10 às 12 horas, haverá a reunião de trabalho com as cadeias da aquicultura e da suinocultura, da qual participarão os membros das câmaras setoriais do camarão e da tilápia; adece; Associações vinculadas ao setor; Governo do Estado e outros órgãos. No período da tarde, a partir das 13h30, acontecerá a reunião de trabalho com a cadeia da apicultura, com a participação de membros da câmara setorial do mel, Adece e, por fim, das 16 às 18 horas, a reunião de trabalho com as cadeias da avicultura e da castanha de caju, participando representantes da câmara setorial do caju, Adece, Aceave, produtores, industriais e Governo.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter