sexta-feira, 19 de abril de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Combos vem driblar alta de preços na Páscoa

segunda-feira, 15 de abril 2019

Imprimir texto A- A+

Quando os supermercados anunciam novos preços para alimentos como peixes e chocolate, é certo que a Páscoa está próxima. Alimentos como esses geralmente compõem a mesa dos brasileiros, nesse período, mas os preços, que tanto oscilam, podem comprometer o consumo nessa data comemorativa, isso é, se os estabelecimentos não aderirem a preços e promoções atraentes. Pesquisa divulgada pela Federação Getúlio Vargas (FGV), em fevereiro de 2019, aponta que a inflação dos produtos da Páscoa registrou alta. Produtos como bacalhau, couve e atum registraram aumentos de 21%, 19% e 10%, respectivamente, no preço.

Outro dado apontado pela pesquisa faz referência a inflação da Páscoa como um todo. O registro de acréscimo é de 4,37% – 1,5% a mais que o mesmo período de 2018. O consultor financeiro Marcos Sá, analisa que o aumento dos preços dos alimentos na Páscoa é um risco para a economia, que conta com períodos como esse para movimentar dinheiro e equilibrar as contas em relação meses deficitários. “Os 4,37% da inflação da páscoa podem parecer insignificantes, mas eles alteram consideravelmente o valor final dos alimentos. Isso pode ser bom para a economia como um todo, mas na maioria das vezes é prejudicial para o consumidor. A saída, nesse cenário, para os estabelecimentos, é criar atrativos para que os clientes sejam motivados a consumir, mas sem gastar tanto ”.

Estratégia
Mesmo com esse cenário de alta nos alimentos, muitos estabelecimentos estão se preparando com ações para atrair a clientela, e não deixar a conta mais cara cair no bolso do consumidor. Para a diretora do Grupo Bonelli Brasil, Clea Girão, o faturamento no restaurante Jardim do Alchymist, um dos empreendimentos do Grupo, deve aumentar cerca de 30% este mês. E, mesmo com a alta dos preços, o restaurante está oferecendo atrativos com frutos do mar e chocolate para atrair o consumidor. Combos com entrada, prato principal e sobremesa estão saindo por R$ 64,90, e ainda é possível ganhar desconto em um vinho da casa. “Em dias comuns, o valor desse consumo pode ser o dobro, mas pensando em atrair a clientela e diante deste cenário de alta no preço dos alimentos, é sempre bom oferecer o melhor em ocasiões especiais, tais como essa”, aponta Cléa Girão, diretora do restaurante.

Além desta opção, outros comércios voltados ao setor de gastronomia também estão se preparando. Outro exemplo é o Moana Gastronomia & Arte, que preparou um cardápio especial e cartela de bebidas exclusivas, como opções. Já no Moleskine, o atrativo são os vinhos. Por R$ 69,90 o cliente pode adquirir garrafa que variam desde o branco, tinto ou espumante.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter