sábado, 17 de agosto de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Empresa cearense crê que eSocial facilita a relação com os clientes

terça-feira, 12 de fevereiro 2019

Imprimir texto A- A+

O Governo Federal iniciou, há cerca de um ano, a obrigatoriedade para que as empresas passem a utilizar o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

O objetivo desse sistema é trazer mais agilidade à relação empregadores, empregados e Governo, já que os patrões passarão a comunicar ao Governo Federal, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamentos, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No entanto, essa adequação tem causado preocupação para algumas empresas porque, caso não seja cumprida, terão consequências, como multas que podem chegar até, aproximadamente, R$ 181 mil.

No Ceará, diversas empresas já estão se adequando ao processo e acompanhando, fielmente, todas as etapas do eSocial, como a Atitude Serviços. “Vemos este sistema como que vem para melhorar e, por nossa empresa já trabalhar com os dados, informações devidamente atualizadas, foi possível nos adequar de forma rápida”, afirmou a diretora de Recursos Humanos, Laís Soares. Ainda de acordo com ela, para as empresas que trabalham com o serviço terceirizado, o novo sistema vem facilitar a vida dos clientes que não querem ter a preocupação com causas trabalhistas. “É mais uma vantagem já que toda a responsabilidade com os direitos, causas trabalhistas, ficam com nossa empresa”, explicou.

A transmissão eletrônica desses dados simplificará a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, de forma a reduzir a burocracia para as empresas em relação aos seus colaboradores. A prestação das informações ao eSocial substituirá o preenchimento e a entrega de formulários e declarações separados a cada ente. A obrigatoriedade de utilização desse sistema para os empregadores dependerá de Resolução do Comitê Gestor do eSocial, conforme decreto 8373/2014, que definirá o cronograma de implantação e transmissão das informações por esse canal.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter