quarta-feira, 26 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Exportações cearenses têm alta de 20% em maio e somam US$ 215 mi

quarta-feira, 12 de junho 2019

Imprimir texto A- A+

Em maio de 2019 O Ceará exportou um total de US$ 215,1 milhões, 20,6% a mais que o mês anterior. Foi o melhor resultado para esse mês na história do Estado e o segundo melhor do ano, atrás apenas de janeiro. O valor é 49,6% maior do que o registrado em maio de 2018. As importações também registraram alta, chegando a US$ 257,8 milhões, maior valor entre os cinco meses desse ano. Os dados, divulgados, ontem, constam de estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN), da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Na análise do acumulado dos cinco primeiros meses de 2019, as exportações contabilizaram US$ 952,9 milhões, montante 21,7% superior ao de 2018. Apesar do avanço, no acumulado do ano, o Ceará continua sendo o 14º Estado nas exportações brasileiras, com participação de 1,3% e o terceiro no Nordeste, representando 14,7% do total exportado pela região. Vale destacar que o Ceará apresentou o segundo maior crescimento dentre os quinze líderes no ranking nacional, atrás apenas do Rio de Janeiro, que cresceu 22,8%.

A força de segmentos tradicionais nas exportações do Estado, é liderada por calçados, frutas, cera de carnaúba, couros, pescados e algodão. Mas também mostra a ótima evolução de segmentos relativamente novos, como o de ferro e aço e máquinas eólicas. Carro chefe das vendas externas cearenses, o setor de ferro e aço totalizou, no acumulado desse ano, US$ 511,8 milhões, seguido pelos calçados que registraram US$ 118,4 milhões e alta de 10,3% em relação ao ano passado.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter