terça-feira, 17 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Ex-presidente Lula terá audiência com Conselho de Direitos Humanos

quarta-feira, 11 de setembro 2019

Imprimir texto A- A+

O regime do ditador Nicolás Maduro negou ter envolvimento com insurgentes colombianos e afirmou que novas acusações publicadas na imprensa do país vizinho são uma desculpa para justificar uma intervenção militar contra Caracas. O ministro de Comunicação da Venezuela, Jorge Rodríguez, classificou de fake news os documentos divulgados pela revista Semana.

Os papéis mostram que Maduro não apenas tem conhecimento da presença em território venezuelano de guerrilheiros do ELN (Exército de Libertação Nacional) e de dissidentes das antigas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, desmobilizadas em 2016), como também fornece apoio a eles. “A Colômbia é um dos maiores produtores de cocaína e de uma enorme violência que transcende suas fronteiras nas últimas décadas. Desde que Iván Duque assumiu a Presidência, foram mortos mais de 600 líderes sociais”, afirmou Rodríguez.

O número de mortes citado pelo ministro bate com estimativas feitas por ativistas e grupos de defesa dos direitos humanos. Líderes sociais são voluntários que atuam na tentativa de integrar os ex-combatentes à sociedade e ao mesmo tempo proteger comunidades dos ataques de inimigos das antigas Farc. Como os ex-combatentes entregaram as armas, viraram alvo fácil de facções criminosas conhecidas como “bacrim”, que são inimigas históricas da antiga gO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá uma audiência com membros do Conselho Nacional de Direitos Humanos. A autorização para a visita do órgão à PF (Polícia Federal) foi concedida pela juíza Carolina Lebbos na última sexta-feira (6).

A inspeção deve ocorrer na próxima terça-feira (17), às 10h, mas ainda depende de aprovação de data e horário pela PF. Além de vistoriar o local onde Lula está preso desde abril de 2018, os conselheiros Leandro Gaspar Scalabrin, Leonardo Penafiel e Ismael José Cesar vão ouvir o ex-presidente.

O pedido partiu do próprio Conselho, que quer apurar denúncia de possíveis “violações de garantias constitucionais e direitos humanos” no processo em que Lula é réu.

A justificativa para a denúncia são as mensagens trocadas entre procuradores da Lava Jato, o ex-juiz, atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e outras autoridades, reveladas pelo site The Intercept em conjunto com outros veículos, como a Folha de S.Paulo.
A solicitação recebeu pareceres favoráveis da defesa de Lula e do MPF (Ministério Público Federal). “Em que pese não reconheça a autenticidade das supostas mensagens atribuídas a integrantes da força-tarefa, oriundas de crimes cibernéticos”, ressalvaram os procuradores em manifestação.uerrilha.

Para Rodríguez, a real intenção do governo Duque é “preparar o terreno para iniciar uma intervenção militar contra a Venezuela”. O venezuelano também acusou o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe de “gritar aos quatro ventos” que é preciso entrar em território venezuelano, com a desculpa de ir atrás dos insurgentes, mas com a real intenção de tirar Maduro do poder.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter