30 C°

sábado, 16 de dezembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Soya traz novidades ao portfólio, reformula a marca e inova em embalagem

Soya traz novidades ao portfólio, reformula a marca e inova em embalagem

segunda-feira, 13 de novembro 2017

Imprimir texto A- A+

Soya, marca de óleo mais vendida do Brasil, apresenta novidades aos consumidores. Agora, além do tradicional óleo de soja, os óleos da marca poderão ser encontrados em três novas versões: girassol, canola e milho. E não para por aí: Soya também traz embalagens de 500ml, além da versão 900ml.

Soya traz novidades ao portfólio, reformula a marca e inova em embalagem. Foto: divulgação

A versão embalagem de 500ml atende ao novo perfil de consumo dos brasileiros, que sofreu mudanças significativas. De acordo com os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 30,9% das famílias brasileiras são de casal sem filhos ou pessoas vivendo sozinhas.  “Além das embalagens de 500ml serem mais funcionais para famílias pequenas, sabemos que a dinâmica de consumo de óleos especiais é diferente. De acordo com dados da Kantar Worldpanel (2016), enquanto o brasileiro consome, em média, 2 litros de óleo de soja mensais, o consumo de óleos especiais é de 500ml, o que corresponde ao tamanho das novas embalagens. Nossa estratégia está alinhada com essa tendência, já que requer um desembolso menor, o que estimula a experimentação e traz novos consumidores à categoria”, explica Alexandre Moreno, gerente de marketing da Bunge Brasil.

Óleos especiais: três novas versões completam o portfolio

Com o lançamento das três novas versões – girassol, canola e milho -, Soya passa a oferecer uma linha completa de óleos que aumenta o leque de opções aos consumidores da marca, ao mesmo tempo em que apresenta importantes benefícios nutricionais.

O óleo de girassol, por exemplo, é rico em Vitamina E, considerada um antioxidante natural que pode ajudar a combater o envelhecimento celular. O óleo de canola é rico em ômegas 3 e 9, que associados à hábitos de vida saudáveis, podem auxiliar na redução do risco de doenças cardiovasculares. O de milho, por sua vez, é rico em ômega 6, uma gordura essencial que pode auxiliar no bom funcionamento do organismo.

Pioneirismo e tradição

A marca Soya surgiu em 1976. A marca da Bunge Brasil é conhecida pela inovação e pelas campanhas bem-humoradas ao longo da sua história. Em 1995, a marca líder de mercado, lançou o primeiro óleo em garrafas PET, já que anteriormente o produto era comercializado apenas em latas de metal.

Com foco em atender às novas demandas do consumidor, nos anos 2000, Soya acrescentou outros alimentos em seu portfólio, como caldos e temperos e a famosa maionese. Em 2006, Soya lançou o projeto Soya Recicla, que se consolidou como maior programa de reciclagem de óleo de cozinha usado do país. Só nos primeiros quatro anos de existência – de 2006 a 2010 – houve um aumento de 500% na quantidade de litros que deixaram de poluir o meio ambiente por meio do projeto.

De cara nova

Além disso, Soya traz uma releitura da marca. Assinada pela agência Narita, a ideia foi trazer leveza e códigos de bom humor para a embalagem, sem abrir mão da forte identificação visual conquistada junto a milhares de brasileiros. O logo também foi redesenhado e incorporou traçados que remetem à sensação do aroma de comida recém preparada. Os benefícios das sementes foram destacados em uma área nobre da embalagem, facilitando a leitura e entendimento para os consumidores.

“Soya é uma marca presente na vida dos consumidores e, ao longo do tempo, a marca se mantem sempre atenta às novidades do mercado e às mudanças no comportamento das pessoas. Com isso, associamos qualidade e tradição com inovação, levando ao consumidor exatamente o que ele precisa. Esse trabalho é feito como reconhecimento pelo carinho e preferência do público que nos tornou líder de mercado. Atualmente estamos presentes em oito de cada dez lares brasileiros”, acrescentou Alexandre.

atualizado por Daniel Negreiros
negreiros@oestadoce.com.br
Fonte: Ass. de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Soya

outros destaques >>

Facebook

Twitter