28 C°

sábado, 29 de abril de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

‘Inflação do aluguel’ dobra em junho e atinge 12,21% em 12 meses, diz FGV

quarta-feira, 29 de junho 2016

Imprimir texto A- A+

O IGP-M, índice usado como referência para a correção de valores de contratos de aluguel, mais que dobrou em junho em relação a maio e atingiu 12,21% no acumulado em 12 meses, informou a FGV (Fundação Getulio Vargas) nesta quarta-feira (29).

Em junho, a inflação avançou para 1,69%, ante 0,82% em maio e 0,33% em abril.
Os preços dos produtos agropecuários pressionaram o índice em junho. O maior responsável pelo aumento foi o IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral. O índice saltou de 0,98% em maio para 2,21% neste mês pressionado pelo subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 2,30% para 9,96%.
Somente os produtos agropecuários no IPA tiveram alta de 5,89% neste mês, acelerando ante o avanço de 2,58% em maio.

Excluindo o subgrupo alimentos in natura e combustíveis, a alta dos bens finais foi de 0,74% neste mês, depois de ter atingido 0,22% em maio.

O grupo saúde e cuidados pessoais foi a principal contribuição para a desaceleração do IPC (Índice de Preços ao Consumidor) em junho. O índice, com peso de 30% no índice geral, teve variação de 0,33% em junho, ante 0,65% em maio. Saúde e cuidados pessoais avançou 0,67% em junho, após ter alta de 2,21% em maio.

Alimentos (de 0,77% para 0,12%), despesas diversas (de 2,44% em maio para 1,48%), transportes (-0,13% para -0,26%) e comunicação (de 0,29% para 0,13%) contribuíram para a desaceleração do IPC em junho.
Já o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou avanço de 1,52% em junho, contra 0,19% em maio.

Atualizado por Daniel Negreiros
negreiros@oestadoce.com.br
Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

aluguel

outros destaques >>

Facebook

Twitter