28 C°

quarta-feira, 22 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Disney Channel terá primeiro personagem homossexual em série

sexta-feira, 27 de outubro 2017

Imprimir texto A- A+

Embora existam especulações sobre personagens da Disney serem ou não homossexuais, nenhum deles passou pelo processo de assumir a própria sexualidade. Mas, este fato está para mudar: pela primeira vez a Disney terá um personagem que se descobrirá homossexual.

Reprodução

Na segunda temporada da série adolescente “Andi Mack”, Cyrus Goodman (Joshua Rush) é um dos melhores amigos da protagonista Andi, interpretada por Peyton Elizabeth Lee. O personagem de Rush descobrirá, ao longo da história, ser homossexual.

Jonah Beck (Asher Angel) é o “crush” de Andi desde a primeira temporada. Cyrus Goodman, que acompanhou todo o desenrolar dos sentimentos da amiga, descobre que ele mesmo gosta de Jonah.

“Começar conversas sobre confiança, amor, relacionamentos e organização familiar é mais fácil quando você tem um programa com o qual possa se identificar”, escreveu Joshua Rush em uma postagem em seu Instagram, divulgando a nova temporada da série.

‘Andi Mack’ dá aos jovens e seus pais, mentores e tutores um jeito significativo de falar destes tópicos e o poder de decidir o futuro deles”, continuou ele, na legenda da imagem em que aparece ao lado dos protagonistas da série.

O personagem confidencia a descoberta para a terceira integrante do trio de amigos, Buffy (Sofia Wylie), que se mostra muito compreensiva e apoia o garoto a continuar sua jornada de auto-descobrimento.

No desenrolar da temporada, Cyrus deve entender cada vez mais o que sente e encontrar maneiras de compartilhar isso com os amigos -assim como falar sobre a homossexualidade para sua namorada.

Este será o primeiro tipo de narrativa sobre homossexualidade a ser desenvolvido pela Disney e o roteiro teve supervisão de especialistas em desenvolvimento infantojuvenil. Em nota, a Disney Channel disse que “a marca tem sido inclusiva, com histórias que refletem aceitação e tolerância e celebram as diferenças que fazem nossos personagens unicamente incríveis do jeito que eles são.”

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Disney LGBT

outros destaques >>

Facebook

Twitter