sexta-feira, 24 de maio de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Candidato jovem perde oportunidades por não atualizar o Linkedin

sexta-feira, 15 de fevereiro 2019

Imprimir texto A- A+

De acordo com Rodrigo Vianna, CEO da Mappit – consultoria do Grupo Talenses especializada no recrutamento para vagas de início de carreira – uma das principais dificuldades encontradas para a contratação de profissionais em início de carreira é o fato desses candidatos não manterem perfis atualizados e completos no Linkedin, ou até mesmo nem possuírem contas nessa rede social.

Reprodução

Por isso, quando os recrutadores buscam perfis no Linkedin por meio de palavras-chave, encontram muito menos profissionais do que existem para determinada vaga. “Diversos candidatos perdem oportunidades porque não são encontrados em uma das principais ferramentas utilizadas pelas empresas de recrutamento nos dias de hoje”, afirma Vianna.

Para ajudar os jovens talentos, o especialista aponta abaixo cinco dicas essenciais para que esses candidatos elaborem um perfil completo e atualizado nesta rede social e, consequentemente, ampliem as chances de receberem mais visitas de recrutadores e passem a ter mais chances de conseguir uma posição no mercado de trabalho. São elas:

1.       Perfil com foto

Perfis com fotos são mais atrativos e 14 vezes mais vistos, de acordo com dados do próprio Linkedin. Além disso, passam a impressão de que são reais e de que o candidato não tem nada a esconder;

2.       Informações completas

Discorra sobre suas atividades nos últimos trabalhos de maneira detalhada, como se fosse no seu próprio currículo;

3.       Palavras-chave 

Utilize palavras-chave para ser encontrado pelo cargo, atuação e domínio de alguma tecnologia. Os recrutadores dispõem de ferramentas próprias de busca que captam, por exemplo, uma pessoa que escreveu “Excel” no seu perfil, ou que escreveu “analista de marketing”, portanto, aplique palavras que possam facilitar este encontro;

4.       Resumo

Invista no resumo e escreva ali algo que o recrutador geralmente pergunta ou que vai te diferenciar de alguma forma;

5.       Experiências

Não se intimide pela falta de experiência. Buscar o primeiro emprego ou estágio pelo Linkedin também é válido. Portanto, preencha os campos da forma mais completa possível e coloque experiências que teve dentro da faculdade, como participação em empresa júnior ou iniciação científica, ou mesmo em áreas diferentes da que você esteja cursando.

Atualizado por Natasha Ribeiro
natasha@oestadoce.com.br
Fonte: Ass. de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Oportunidade Candidato Linkedin

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter