25 C°

quarta-feira, 29 de março de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

O jogo virou: “Pokémon Go” agora tem monstro raro nos EUA e comum no Brasil

quinta-feira, 23 de fevereiro 2017

Imprimir texto A- A+
Reprodução

Reprodução

Quando “Pokémon Go” saiu no ano passado, a primeira geração de monstros tinha algumas espécies exclusivas de certas regiões do mundo… nenhum deles aqui no Brasil!

Tauros aparece apenas na América do Norte, Mr. Mime na Europa, Farfetch’d na Ásia e Kangaskhan na Austrália. Porém, a inclusão de dezenas de Pokémon da segunda geração de monstrinhos trouxe um bem comum na América Latina, mas não nos EUA, Europa e até Japão.

Trata-se de Heracross, uma espécie de besouro azul. Jogadores da comunidade The Silph Road, dedicada a descobrir e documentar diversos detalhes específicos sobre o game, descobriram que ele só aparece em regiões abaixo de uma determinada coordenada.

Nos Estados Unidos, essa região abrange somente a maior parte da Flórida e uma pequena parte do sul do Texas. Europa e Japão sequer entram nessa faixa.

De fato, Heracross não é uma criatura tão rara aqui no Brasil: em poucos minutos de jogo, encontramos vários nos arredores da redação do UOL, em São Paulo – um deles até apareceu exatamente onde eu estava e facilitou bastante a captura!

Pela internet há diversos relatos de jogadores no Brasil e Argentina que conseguiram capturar o besouro, assim como alguns no sul da Flórida.

Outro monstrinho que cai em categoria parecida com Heracross é Corsola, criatura que parece um coral. Ela aparece em uma faixa ainda mais restrita, mas que abrange a maior parte do Brasil (ficam de fora apenas, aparentemente, o Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

Fonte: UOL

Mais conteúdo sobre:

Pokémon Go

outros destaques >>

Facebook

Twitter