28 C°

domingo, 23 de julho de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Atração de Jimmy Fallon em Orlando simula corrida 3D por ruas de Nova York

terça-feira, 04 de julho 2017

Imprimir texto A- A+

Com quadros irreverentes e bem-humorados, o programa “The Tonight Show”, apresentado por Jimmy Fallon, é um sucesso nos Estados Unidos. Fã dos parques da Universal Orlando, o apresentador procurou a empresa em 2009 para ter uma atração própria. Foi em 2013 que o projeto começou a sair do papel.

Hoje, a “Race Through New York Starring Jimmy Fallon”, inaugurada em abril deste ano, ocupa o antigo espaço do Twister e promove ao público um tour em 3D pela cidade de Nova York – tudo em alta velocidade.

Divulgação

Museu do “The Tonight Show”

O local onde a atração está localizada passou por uma transformação para ficar semelhante ao Rockefeller Center, prédio da emissora NBC onde ocorrem as gravações do “The Tonight Show”. A sensação ao entrar no espaço é a de ter sido teletransportado para o hall de uma emissora: piso de mármore, diferentes logotipos na parede e até um funcionário a caráter dando boas-vindas aos visitantes.

Ao entrar, cada pessoa recebe uma ficha de uma determinada cor [foto] e fica livre para conhecer o Memorabilia Hall, praticamente um museu sobre a história do programa “The Tonight Show”, que já é exibido há 60 anos. No grande salão, há câmeras antigas, artefatos e peças que foram usados por outros apresentadores do programa, como Jay Leno.

Em um dado momento as luzes do pavão, logo da emissora, ficam da cor do cartão recebido e é possível seguir para o andar superior. Lá há vários painéis com jogos interativos e ainda é possível tirar fotos e interagir com o panda Hashtag, mascote do programa. Além dessas experiências, pouco antes de entrar na atração, o quarteto Ragtime Gals aparece cantando músicas assim como Jimmy faz no programa.

Após a apresentação, as luzes do espaço voltam a ficar da cor do cartão recebido na entrada e, então, é hora de entrar no simulador 3-D para uma corrida por Nova York junto do carro do apresentador.

Antes de entrar na atração, Jimmy faz um rap junto com a banda “The Roots”, que faz parte do seu programa, para explicar que o simulador pode causar tonturas, ainda que não seja considerado um dos mais radicais do parque.

Todos em um só carro!

A atração quer que o público se se sinta como se estivesse passeando em alta velocidade pela Big Apple. De fato, o simulador transmite a sensação de realidade do cenário. Mesmo quando a corrida ainda está em Terra [sim, o carro chega a parar na Lua], ao olhar para cima dá para ver os detalhes dos prédios de Nova York e de outros pontos turísticos da cidade, como a Estátua da Liberdade.

Para dar a ideia de que toda a audiência está no mesmo carro e disputando a corrida com o apresentador, Jason Surrell, diretor criativo da Universal Creative, explica que eles optaram por um “flying theater”, ou seja, uma plataforma que mexe os 72 lugares ao mesmo tempo, além do que há de mais moderno em efeitos especiais.

A atração é divertida e ainda chega a arrancar alguns gritos nos momentos mais “tensos”. O filme dura cerca de cinco minutos e também conta com interações típicas de simuladores, como alguns esguichos de água e cheiros, tudo claro, sincronizado com a movimentação dos carros em uma corrida alucinante.

Sem filas

Outra novidade da atração é usar a tecnologia de “fila virtual” em que o visitante agenda o horário que irá para a atração pelo aplicativo da Universal Orlando. A ideia é acabar com as filas, maior pesadelo de quem frequenta um parque de diversão.

Cerca de 20 minutos antes do horário selecionado, o aplicativo apita pedindo para que você vá até a atração. Como o espaço lá dentro é cheio de interações, não dá nem para sentir que precisou esperar alguns minutinhos antes de curtir o brinquedo.

Fonte: UOL

 

Mais conteúdo sobre:

Simulado Orlando Nova York Jimmy Fallon

outros destaques >>

Facebook

Twitter