sexta-feira, 19 de outubro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Começa temporada de cruzeiros; Pier Mauá deve receber 400 mil pessoas até abril

sábado, 16 de dezembro 2017

Imprimir texto A- A+

A temporada de cruzeiros teve um reforço neste fim de semana, com a chegada ontem (15) ao Pier Mauá, na região portuária do Rio, de três navios, com fluxo médio de mais de 12 mil pessoas. Junto com os turistas dessa sexta-feira, a temporada, que começou dois dias antes, terá um movimento de mais de 26 mil visitantes na semana. Pelas contas da administração do terminal, até abril de 2018 o movimento das embarcações deve provocar a vinda para a cidade de cerca de 400 mil pessoas.

O gerente de Operações do Pier Mauá, Alexandre Gomes, disse que a previsão é baseada nas informações das companhias de navegação sobre a procura dos passageiros. “As empresas de cruzeiros informam o que está para acontecer. Elas passam a previsão de escalas e o tipo de movimentação que estão pensando em fazer. Normalmente, a gente tem um planejamento que influi na nossa logística e toda a conta que a gente faz com relação à quantidade de turistas é feita em cima desse planejamento”, informou.

De acordo com a procura, este ano o Rio foi escolhido como o principal destino do brasileiro para o réveillon, ultrapassando a cidade americana de Miami, que costumava ser a primeira, além de ser a mais visitada da América do Sul.

“O Rio este ano volta a ser alvo do turista brasileiro e a ter navios que embarcam e desembarcam na cidade. É um navio dedicado ao carioca e aos brasileiros que utilizam os aeroportos como porta de chegada. O navio começa o cruzeiro no Rio e termina na cidade. Vai para outros destinos, como o Nordeste, e em algumas viagens segue para Buenos Aires, mas utiliza o Rio como a casa dele”, afirmou.

Para Alexandre Gomes, o brasileiro volta à tradição de embarcar em cruzeiro marítimo pela comodidade desse tipo de transporte, mas a preferência pelo Rio tem ainda uma influência do legado dos Jogos Rio 2016. “O novo Boulevard Olímpico, os dois novos museus, o do Amanhã e o de Arte do Rio, a cidade se transformou em novo destino. O turista não chega mais aqui só querendo saber de Pão de Açúcar, de Corcovado e de Copacabana. Ele quer ver o que aconteceu depois das Olimpíadas”.

Reprodução

Economia

A estimativa é de que com a movimentação de visitantes no período do fim do ano, somada à aproximação do carnaval, a economia da cidade movimente cerca de US$ 90 milhões durante a temporada de cruzeiros.

Segurança

Preocupada com a questão da segurança, a administração do Pier Mauá acertou com o Batalhão de Policiamento Turístico da Polícia Militar (BPTur) a Operação Centro Presente. A Guarda Municipal também atua, com um esquema para dar proteção aos turistas que embarcam e desembarcam no terminal e que estejam em trânsito na Praça Mauá e no Boulevard Olímpico. “A gente precisa pensar no turista quando ele põe o pé fora do terminal”, disse.

Alexandre Gomes chamou a atenção para o fato de que, nesse caso, o número de visitantes é superior ao de turistas que se deslocam de hotéis. Por isso, é preciso ter um esquema diferente de segurança. “Nos dias em que há grande movimentação, que é bem diferente dos turistas que saem de hotéis e costumam ser só 30 em um ônibus, tudo aqui é em muita quantidade. Na operação de ontem, por exemplo, nós tínhamos dois navios, mas só de excursões vendidas que saíram do porto tínhamos 90 ônibus. É sempre um grande evento quando um navio de 3 mil ou 4 mil passageiros chega à cidade e eles saem para visitar os pontos turísticos. Temos a parceria dos órgãos de segurança pública para que o turista seja acompanhado também no entorno do Pier”.

Brasil

Segundo o Ministério do Turismo, com o início do verão, na próxima quinta-feira (21), começa a alta temporada, e a previsão é de crescimento de 0,8% no número de viagens, na comparação com o mesmo período do ano passado. Até fevereiro de 2018, os brasileiros deverão fazer 74,13 milhões de viagens, por causa das festas de fim de ano e do carnaval.

De acordo com o ministério, São Paulo, Florianópolis e o Rio de Janeiro são os principais destinos, concentrando 10% do total de deslocamentos. Com isso, a pasta estima que a economia terá impacto de R$ 100,8 bilhões no período.

Para o ministro do Turismo, Marx Beltrão, esse movimento é reflexo da melhora da economia. “Os números confirmam a força do turismo e apontam um cenário de recuperação da economia. As perspectivas para o próximo ano também são animadoras”, disse ele.

Fonte: Agência Brasil

Mais conteúdo sobre:

Cruzeiro Pier Mauá

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter