segunda-feira, 18 de junho de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

CRIO investe em inovações tecnológicas que auxiliam no combate ao câncer

terça-feira, 13 de março 2018

Imprimir texto A- A+

O Centro Regional Integrado de Oncologia – CRIO completa este ano 43 anos de fundação e para comemorar, investe em equipamentos que são mais precisos para combater tumores no tratamento de radioterapia. De acordo com o Dr. Igora Veras (Radio Oncologista), os avanços tecnológicos tem o intuito de diminuir as sequelas do tratamento e melhorar a qualidade de vida do paciente, permitindo a concentração da radiação na região do tumor, com uma menor dose nos tecidos sadios de forma muito eficaz.

Reprodução

A IMRT é baseada na aceleração linear, um avanço que foi desenvolvido nos anos 90, no qual permite a conformação da radiação no tumor, de maneira exata. A técnica utiliza ainda múltiplos feixes de radiação angulares e de proporção não uniformes. O referido avanço é uma evolução temporal de 3D-RT, sendo capaz de articular o feixe de tratamento, objetivando a área de interesse (o tumor), evitando a radiação na área não desejada. Essa técnica é indicada para tratar diversos tipos de cânceres, tais como, cabeça e pescoço, próstata, alguns tumores do sistema nervoso central e do trato digestivo como, por exemplo, o canal anal, podendo ser usados em outros casos de acordo com a orientação do especialista.

Estimativa 2018

De acordo com o INCA para o câncer de cabeça e pescoço (cavidade oral), estima-se 290 novos casos do sexo masculino e 190 novos casos no sexto feminino.  Já o câncer de próstata, bastante comum entre os homens, o número chega a 2.730 novos casos.  Tumores do Sistema Nervoso Central 240 novos casos em homens e 200 novos casos em mulheres. Colon e reto 440 para os homens e 500 para as mulheres. Câncer de mama feminino 2.200 novos casos. Esses dados são relacionados somente no Estado do Ceará.

Atendimentos

Sendo referência em Oncologia no estado, o CRIO realiza anualmente mais de 160.000 atendimentos, sendo responsável por 53% da Radioterapia e 24% da quimioterapia do estado. Atende a mais de 170 municípios sendo seu atendimento destinado em 85% para pacientes do Sistema Único de Saúde – SUS.

Sobre o CRIO

O CRIO é considerado um dos maiores e mais bem equipados centros de tratamento de câncer no Estado do Ceará. Habilitado pelo Ministério da Saúde como uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia – Unacon. Atua desde a prevenção ao tratamento paliativo do câncer tendo como marca principal, a humanização.  Todo o trabalho desenvolvido no CRIO, tem por base a interdisciplinaridade, a transparência, o respeito ao ser humano, a dedicação, seriedade e segurança tanto de seus clientes como de seus colaboradores.

Pesquisa Clínica

Contribuindo para a prática de uma medicina de melhor qualidade, baseada em evidências científicas, o CRIO participa como Centro de Pesquisa Clínica de vários ensaios clínicos randomizados multicêntricos, com a responsabilidade e no compromisso de auxiliar na busca por  novos tratamentos e conquistas tecnológicas de novas drogas.

Centro de Estudos

O CRIO é hoje, um importante campo de estágio e pesquisa para estudantes de várias universidades, além de residência multiprofissional em parceria com a Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará.

 

SERVIÇO

Inovações tecnológicas auxiliam no tratamento do câncer

Centro Regional Integrado de Oncologia – CRIO

Rua Francisco Calaça, 1300 – Álvaro Weyne

Fone (85) 3521-1538 / 9.8776-7715

Contato: Cecília Oliveira

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Câncer Combate CRIO inovações tecnológicas

outros destaques >>

Facebook

Twitter