sexta-feira, 19 de julho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Pessoas com problemas de saúde têm forte vínculo emocional com pets, mostra estudo

terça-feira, 26 de março 2019

Imprimir texto A- A+

Ter um animal de estimação é conviver com um amigo, e essa presença é benéfica para a saúde, apontam estudos. O mais recente mostra que o vínculo emocional entre tutor e pet é ainda mais forte entre pessoas com problemas de saúde.

TNH1

O levantamento feito pelo Instituto Ipsos para a Boehringer Ingelheim Saúde Animal envolveu 3.000 tutores de cães e gatos na França, Grã-Bretanha, Alemanha, Itália e Espanha.

Três grupos foram alvos: tutores saudáveis, com problemas de saúde e aqueles com crianças com problemas de saúde.

Primeiro foi feita uma pesquisa qualitativa sobre relação diária e os laços com os animais. A segunda parte do trabalho envolveu uma consulta para quantificar o relacionamento e os benefícios dos pets para cada um deles -foram ouvidos 300 tutores de gatos e 300 de cães em cada país participante.

A maioria dos entrevistados aponta o animal como membro da família e cita o impacto positivo da presença deles no cotidiano: proporcionam mais relaxamento e contribuem para a prática de exercícios físicos.

O resultado também confirma que é sólido o vínculo emocional entre tutores e animais de estimação. Confira os principais resultados da pesquisa:

– 96% dos tutores de cães e 91% dos de gatos afirmaram que os animais de estimação têm impacto positivo em sua vida diária; 66% os consideram membros da família
– Para 55% dos entrevistados, que mencionam que os animais de estimação melhoram o seu estado de saúde, os cães e gatos proporcionam mais relaxamento para sua vida; 43% dizem que a relação com os animais contribui para o aumento da prática de exercícios físicos
– A diminuição do uso de medicamentos -relaxantes, depressivos, sedativos- faz parte da melhoria ligada ao convívio com animais de estimação, de acordo com 7% da amostra
– Pessoas com algum problema de saúde passam mais tempo com seu pet e estão mais envolvidos emocionalmente. Amor incondicional e confiança são citados por 80% dos entrevistados ao falar sobre o estado afetivo com seu animal de estimação
– Entrevistados com filhos que sofrem de doença grave ou crônica são mais conscientes do vínculo humano-animal do que os outros dois grupos

BENEFÍCIOS

A Boehringer Ingelheim diz que contratou a pesquisa devido ao evidente aumento do vínculo das pessoas com os animais, e sua interferência na saúde humana.

Segundo a empresa, o benefício dessa conexão ganha cada vez mais reconhecimento de especialistas, principalmente no caso de crianças com problemas de saúde.

Atualizado por Isadora Santos
isadora@oestadoce.com.br
Fonte: Folha Press

Mais conteúdo sobre:

Pets vínculo emocional

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter