sábado, 25 de maio de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

População terá serviços de saúde gratuitos no Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

sexta-feira, 26 de abril 2019

Imprimir texto A- A+

O coração é um dos principais órgãos do corpo. Cuidar bem dele, em todos os sentidos, é essencial para ter uma vida saudável. Praticar atividades físicas, comer alimentos saudáveis e evitar o estresse são algumas ações do dia a dia que reduzem problemas cardíacos ao longo da vida.

Reprodução

Ocorre que existem no Brasil mais de 30 milhões de hipertensos, destes, segundo o Ministério da Saúde, apenas 10% fazem o controle adequado da doença. Além de ser considerada a doença de maior prevalência na população brasileira e é a principal causa de morte no Brasil.

No próximo dia 26 de abril é celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Para disseminar informações em torno da prevenção, a Sociedade Brasileira de Cardiologia do Ceará promove ação gratuita, das 6h30 às 10h, na Praça dos Estressados, na Avenida Beira Mar, em Fortaleza.

Na ocasião, será distribuído material educativo para a população, aferição da pressão arterial, dosagem de glicemia, além de prestar informações relativas à prevenção das doenças cardiovasculares à população. Tudo de forma gratuita.

DADOS
Em Fortaleza, segundo dados da última Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas (VIGITEL), do Ministério da Saúde, publicado em 2017, 19,3% da população têm diagnóstico médico de hipertensão arterial. Destes, 15,4% são mulheres, enquanto 22,6% são homens.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, com base na pesquisa de 2018 do IBGE, o percentual de pessoas hipertensas no Ceará, é de 25,7%, e tendo em vista a população de hoje, proporcionalmente, representa um total de 2.332,442 milhões de hipertensos.

A hipertensão arterial é um problema de saúde pública que atinge homens e mulheres no mundo todo. Só no Brasil, um em cada cinco indivíduos sofrem da doença.

IDEAL
Considera-se ideal a pressão igual ou menor que 140/90 mm Hg. Porém, cardiologistas advertem que variações destes números são aceitos. Com o avanço da idade, por exemplo, é normal que a pressão altere um pouco, desde que não comprometa a saúde. O mais indicado, no entanto, é que um médico cardiologista faça a necessária avaliação.

PREJUDICIAL
Quem sofre de hipertensão arterial prejudica também vários órgãos do corpo, que é forçado a trabalhar mais, causando aumento da massa muscular cardíaca. Nas artérias, a pressão arterial alta danifica a parede, acelerando a formação de depósitos de gordura, provocando estreitamento da luz da artéria. Como consequência a este estreitamento, o paciente tem maior probabilidade de ter angina e/ou infarto agudo do miocárdio. Outras doenças secundárias são derrame cerebral e insuficiência renal.

  • SERVIÇO
    Serviços de saúde relativos à prevenção das doenças cardiovasculares 
    Data: 26 de abril
    Horário: 6h30 às 10h
    Local: Praça dos Estressados
    Endereço: Avenida Beira Mar – Fortaleza

Atualizado por Natasha Ribeiro
natasha@oestadoce.com.br – (85) 981414747
Fonte: Ass. de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Saúde Serviços Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter