28 C°

terça-feira, 19 de setembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

O Estado, liberdade e resistência

quinta-feira, 27 de outubro 2016

Imprimir texto A- A+

Jornais no Brasil costumam ser um tanto efêmeros, isso é, têm vida curta. O Estado octogenário é um raro exemplo de sobrevivência de um periódico que coexiste com uma sociedade escassamente instruída e muito pouco informada. O feito ainda é maior se considerarmos que não há por trás da publicação nenhum grupo econômico ou associação com empresas de rádio ou televisão. Tem na sua origem um vínculo político partidário que o tempo desfez, emprestando-lhe um ar de independência traduzido muitas vezes na divulgação de notícias ignoradas pelos concorrentes. Em alguns momentos, essa pretensão tem lhe custado caro.

Lembro o período em que certa contundência crítica em relação à administração estadual desencadeou perseguição que o excluiu da publicidade estatal. Foram tempos difíceis que nem por isso tiveram o poder de sufocar a liberdade da comunicação manifestada na palavra impressa. Tenho a satisfação de, quando governador haver reparado essa injustiça, tornando a incluir o jornal na lista de publicações destinatárias de verbas públicas, que então custeavam a publicidade estatal. Sem se dobrar à pressão, resistiu e se fortaleceu. Saúdo o aniversário de O Estado como exemplo de um jornal que tem sido capaz de vencer os obstáculos naturais, inerentes à atividade, ou impostos pelo poder em suas diferentes versões, surgidos no decurso de sua existência para viver a fase atual de crescente qualidade gráfica e editorial.

Lúcio Alcântara,
ex-governador do Ceará

outros destaques >>

Facebook

Twitter