29 C°

segunda-feira, 23 de outubro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Com hat-trick, CR7 leva Real à semifinal da Champions

quarta-feira, 19 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

Cinco gols em dois jogos. Assim, Cristiano Ronaldo foi o grande nome do Real Madrid para eliminar o Bayern de Munique da Champions League. Após marcar duas vezes na vitória por 2 a 1 no jogo de ida, na Alemanha, o craque português fez mais três no triunfo por 4 a 2 dessa terça-feira, no Santiago Bernabéu. O jovem Asensio saiu do banco e fechou a conta para o time merengue.
A partida foi decidida na prorrogação. Mas durante o tempo normal, os bávaros abriram o placar já no segundo tempo, com Lewandowski cobrando pênalti, deslocando Jesús Navas. O português iniciou sua participação empatando o encontro, mas poucos minutos o normalmente herói Sergio Ramos se atrapalhou e acabou marcando contra, deixando o Bayern em vantagem, com 2 a 1 no placar, levando a decisão para a prorrogação.
A tensão era visível no estádio de Madri, ninguém queria se arriscar a deixar espaços para o adversário. Porém, Cristiano Ronaldo estava em tarde/noite inspirada e resolveu a parada para os espanhóis – contando com uma ajuda da arbitragem. Os outros dois tentos assinalados pelo camisa 7 e candidato a melhor do mundo marcados no tempo extra foram irregulares por impedimento. CR7 atingiu a marca inédita de 100 gols na competição europeia.
A arbitragem do húngaro Viktor Kassai rendeu muita polêmica na partida. Primeiro, o árbitro não expulsou Vidal após uma falta dura em Casemiro, sendo que o chileno já tinha amarelo. Logo depois, apitou pênalti de Casemiro em Robben – os jogadores do time espanhol alegaram que o holandês se jogou. Já aos 35 minutos do segundo tempo, Casemiro fez falta forte em Robben e também escapou do segundo amarelo. Minutos depois, Vidal deu carrinho em Asensio e, aí sim, acabou recebendo o cartão vermelho.

outros destaques >>

Facebook

Twitter