28 C°

sábado, 25 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Decepcionado, presidente da federação italiana fará reunião de emergência

terça-feira, 14 de novembro 2017

Imprimir texto A- A+

UOL

O presidente da FIGC (Federação Italiana de Futebol), Carlo Tavecchio, quebrou o silêncio na manhã desta terça-feira (14) e disse que está decepcionado com a ausência do país em uma Copa do Mundo após 60 anos.

Após o empate por 0 a 0 contra a Suécia na última segunda-feira, Tavecchio disse que demoraria 48 horas para refletir sobre o ocorrido. Porém, nesta terça-feira (14) ele adiantou que marcou uma reunião na quarta-feira (15) para decidir o futuro da seleção italiana. O mais provável é a demissão do técnico Gian Piero Ventura.

“Estamos profundamente amargos e decepcionados com a falta de uma vaga na Copa do Mundo, é um fracasso esportivo que precisa de uma solução compartilhada e por isso convoquei para amanhã [quarta] uma reunião para realizar uma análise minuciosa e decidir sobre as futuras escolhas”, disse.

A declaração de Tavecchio indica que o técnico Ventura, um dos mais criticados pelo fracasso italiano, deve perder o emprego. Após o empate com a Suécia, a emissora “RAI” chegou a dizer que o treinador entregou o cargo, o que não foi confirmado.

Fonte: Folha Press

Mais conteúdo sobre:

Itália Seleção Carlo Tavecchio

outros destaques >>

Facebook

Twitter