domingo, 18 de novembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Edinho pede cautela para conquistar mais três pontos

sexta-feira, 14 de setembro 2018

Imprimir texto A- A+

Ontem, a reapresentação do elenco do Ceará foi realizada na Arena Castelão, local da próxima partida do Ceará na Série A do Campeonato Brasileiro. Com os portões fechados para a imprensa, o técnico Lisca comandou treino técnico-tático em campo reduzido no estádio. Esse foi o penúltimo trabalho do elenco, antes de enfrentar o Vitória, amanhã.
Nesta sexta-feira, o elenco participará de treinamento apronto no Estádio Vovozão, em Porangabuçu. Nessa manhã, as entrevistas aconteceram antes dos trabalhos com bola em campo. O experiente volante Edinho, titular absoluto de Lisca, conversou com os profissionais de imprensa local e falou sobre a difícil missão de ser melhor que o Vitória e conseguir mais um resultado positivo em casa.

“Estamos com grandes expectativas para esse confronto, pois sabemos que teremos um grande público na Arena. Será uma partida muito difícil, mas precisamos manter a calma, ter foco e transformar as oportunidades em gols. Precisamos de inteligência. Jogar em casa, com o apoio da nossa torcida, vai nos dar uma força a mais para conseguir sair desse jogo com a vitória”, garantiu Edinho.
Pela 25ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, Ceará e Vitória se enfrentam na Arena Castelão, amanhã, às 16 horas. Para esse confronto, mais de 10 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente. A direção espera um público próximo de 50 mil alvinegros.

Campanha
O Alvinegro convocou o torcedor para uma campanha contra o sarampo e a paralisia infantil. O clube contará com um posto de vacinação no Ginásio do Vozão, amanhã, das 8 às 12 horas. O evento terá a presença do Vozão, mascote oficial, e das vovozetes. Na capital cearense, existem cerca de 16 mil crianças que ainda não foram levadas para vacinação contra o sarampo e a paralisia. Torcedores, tragam suas crianças de 1 a menores de 5 anos para participar desse momento.
A falta de vacinação pode fazer com que os vírus dessas doenças voltem a circular, colocando em risco nossa população. O sarampo pode provocar cegueira, surdez e levar até a morte. A pólio (paralisia infantil) pode provocar problemas nos membros inferiores e também pode matar.
Estudos mostram que o vírus do sarampo voltou a circular na Europa e nas Américas. Por isso, o Brasil, que já registra surtos da doença nos estados do Amazonas e Roraima, tem que ficar em alerta. O vírus da poliomielite é outro que ameaça voltar a atacar em 312 municípios brasileiros: 15% deles na Bahia e 14,29% no Maranhão.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter