32 C°

domingo, 17 de dezembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Gol de Romarinho garante vitória do Al-Jazira no Mundial de Clubes

quarta-feira, 06 de dezembro 2017

Imprimir texto A- A+

Romarinho matou a saudade dos torcedores no Corinthians ao ser o herói do Al-Jazira nesta quarta-feira (6), na primeira rodada do Mundial de Clubes. O time dos Emirados Árabes Unidos bateu o Auckland City FC por 1 a 0, no estádio Hazza bin Zayed, em Al Ain. O ex-corintiano foi o responsável por dar a vitória ao time campeão nacional do país-sede do torneio.

Reprodução

Com o resultado, o Al-Jazira enfrentará o Urawa Red Diamonds, do Japão, nas quartas de final, já no próximo sábado (9). O vencedor do duelo irá pegar o Real Madrid na semifinal. Clube que mais disputou o Mundial de Clubes com nove participações ao todo, o Auckland City foi eliminado e voltará para a Nova Zelândia sem conseguir disputar nem o jogo pelo quinto lugar.

Apesar do resultado favorável aos árabes, foi a equipe vencedora da Liga dos Campeões da Oceania que mais pressionou na primeira etapa. Aos 11 minutos, De Vries deu um belo chute, que foi para fora após desvio. E McCowatt acertou um bom chute de primeira, que foi desviado pelo goleiro Ali Khaseif, aos 29 minutos.

Os anfitriões foram mortais quando chegaram ao ataque. Romarinho fez boa tabela com Ali Mabkhout, que acabou perdendo a bola para Berlanga. No rebote, o brasileiro acertou um chute forte de longe e abriu o placar para o Al-Jazira, aos 37 minutos de partida.

CORINTHIANS

Após o gol, o Corinthians relembrou do atacante e escreveu “Olha o Romarinho de novo” em seu Twitter


A menção fez referência a narração de Cléber Machado pela Rede Globo, que soltou frase semelhante no jogo de ida da final da Libertadores de 2012, quando Romarinho fez o gol do empate em 1 a 1 entre Corinthians e Boca Juniors, em La Bombonera.

Com a desvantagem o Auckland City foi para cima dos anfitriões. Treinada pelo espanhol Ramón Tribulietx, a equipe neozelandesa até trabalhou bem a bola e criou diversas oportunidades de gol com os atacantes Tade e De Vries. No entanto, a excelente atuação do goleiro Ali Khaseif e o ferrolho defensivo armado pelo holandês Henk Ten Cate garantiram a vitória e a classificação ao Al-Jazira.

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Corinthians Mundial de Clubes

outros destaques >>

Facebook

Twitter