segunda-feira, 22 de outubro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Ricciardo vence na China; Vettel se choca com Verstappen e é 8o

segunda-feira, 16 de abril 2018

Imprimir texto A- A+

Uma exibição de gala, combinada com uma estratégia certeira. Assim, Daniel Ricciardo quebrou o início de hegemonia da Ferrari em 2018 e conquistou a vitória no Grande Prêmio da China de Fórmula 1. Em uma corrida movimentada e com manobras polêmicas, especialmente de Max Verstappen, o piloto australiano da Red Bull sobrou com pneus novos na parte final da prova, ultrapassou Valtteri Bottas e triunfou na terceira etapa da temporada. Kimi Raikkonen, da Ferrari, fechou o pódio.

Quando a corrida ultrapassava a 30ª volta de um total de 56, os dois carros da Toro Rosso (Pierre Gasly e Brendon artley) se chocaram, o que gerou imediatamente a entrada do Safety Car. A Red Bull promoveu nova troca de pneus com Ricciardo e Verstappen, que melhoraram o ritmo, incomodaram Ferrari e Mercedes e terminaram com os melhores desempenhos na parte final da prova.
Vítima de um toque de Verstappen na 44ª volta da corrida em Xangai, Vettel, ainda líder do campeonato com 54 pontos, finalizou o GP da China somente em oitavo; Lewis Hamilton, vice-líder com 45, acabou em quarto, beneficiado pela punição de 10s ao holandês da Red Bull.

Se Verstappen atrapalhou-se com Hamilton e bateu em Vettel, que perseguia uma possibilidade de brigar com Bottas no fim e conquistar o terceiro triunfo no ano, Ricciardo brilhou em Xangai com ultrapassagens arrojadas sobre Hamilton, Vettel e Bottas. A ousadia e habilidade, potencializada pela estratégia certeira da Red Bull, levaram o australiano para a liderança e permitiram à Red Bull alcançar o primeiro triunfo na China desde 2009.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter