quinta-feira, 21 de junho de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Seleção treina em Sochi e faz a festa da torcida

quarta-feira, 13 de junho 2018

Imprimir texto A- A+

A Seleção Brasileira fez seu primeiro treino em solo russo. Para quatro mil pessoas nas arquibancadas por uma imposição da Fifa, o time de Tite trabalhou no CT em Sochi, ontem, e viu uma histeria por Neymar. Dentro de campo, os atletas fizeram uma rotina mais física do que técnica e coletiva. Se reapresentando depois de um dia de folga após a vitória contra a Áustria, o elenco não teve a presença de Fred. Afastado desde o dia 7 após uma entrada de Casemiro, o volante fez trabalho à parte com os fisioterapeutas. Sua volta ainda é incerta.

O Brasil volta a treinar hoje, desta vez, sem a presença de torcida e com pouca abertura para a imprensa. No domingo, o time estreia no Mundial, às 15 horas (de Brasília), contra a Suíça, em Rostov.

Trabalho
Durante toda atividade, Neymar foi o mais ovacionado pela torcida. Em alguns momentos, o público se revezava e gritava também os nomes de Marcelo, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. Mas a estrela do PSG era o jogador mais visado, inclusive, pela imprensa estrangeira. Em determinado momento, um torcedor pulou o alambrado e foi em direção dos jogadores. Contido pelos seguranças, ele foi retirado sob aplausos dos torcedores e não desistiu em momento algum de uma selfie ao lado dos atletas. No final, outros também tentaram a “sorte”.

Fagner e Philippe Coutinho receberam a tradicional “ovada” de seus companheiros por terem feito aniversário. O lateral comemorou na última segunda, enquanto o meia comemora nessa terça. Na brincadeira, sobrou para Neymar, que também foi atingido por um ovo vindo de Thiago Silva. Os 4 mil ingressos foram distribuídos principalmente a crianças de escolas da região, mas também pararam na mão de brasileiros que moram no país. A forma com que eles conseguiram ainda é um mistério.

Torcida
O certo é que eles deram o tom de brasilidade às atividades, com alguns gritos, bandeiras e uma “escola de samba” improvisada com tambores e pandeiros. No banco de reservas, Edu Gaspar, coordenador de seleções, e Rogério Caboclo, futuro presidente da CBF, acompanharam tudo.

Os que ficaram de fora deram um jeito de acompanhar de perto. Um viaduto que não conta nem com calçada, no entorno do estádio, ficou tomado por torcedores. Sob o sol que fazia os termômetros baterem quase 30ºC, eles não arredaram pé até o término das atividades. Os que ficaram até o fim e estavam nas arquibancadas foram presenteados com autógrafos e fotos dos ídolos.
O mascote Canarinho Pistola, como já tem sido costume, também virou astro. “Clima perfeito. A gente fica feliz pelo carinho da torcida, da galera. Está tudo maravilhoso, tudo nos conformes. E a gente fica feliz com tudo isso”, disse Neymar, depois do treino, à CBF TV.

Sessão de fotos e palestra sobre VAR
Depois das, a Seleção Brasileira teve um compromisso com a Fifa: tirar as fotos oficiais da Copa do Mundo e ter uma palestra sobre a arbitragem no torneio. Todos os 23 jogadores e o técnico Tite posaram para as imagens que aparecerão nos materiais da Fifa, incluindo as escalações animadas que são mostradas na transmissão oficial e nos telões dos estádios.
A sessão de fotos é um ato obrigatório para todas as seleções. Além das fotos com expressões sérias, com os braços cruzados, os jogadores foram convidados a posar de maneira mais descontraída para as câmeras. O atacante Gabriel Jesus, por exemplo, utilizou o famoso gesto “alô, mãe” que caracteriza suas comemorações de gol.
Além das fotos, a reunião também serviu para a Fifa passar instruções sobre o uso do árbitro de vídeo (VAR) e os critérios de arbitragem que serão aplicados na Copa do Mundo. Jogadores e comissão técnica participaram do encontro comandado por Wilson Luiz Seneme, ex-árbitro brasileiro e membro do comitê da Fifa.

outros destaques >>

Facebook

Twitter