31 C°

segunda-feira, 22 de maio de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Sem reação: Com 0 a 0, Barça cai para Juventus na Liga

quinta-feira, 20 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

O Barcelona está fora da semifinal da Champions League. Na tarde de ontem, a equipe catalã apenas empatou com a Juventus por 0 a 0, no estádio Camp Nou, em Barcelona, pela partida de volta das quartas de final da principal competição europeia de clubes. Como havia perdido o primeiro jogo por 3 a 0, o time dirigido por Luis Enrique precisava vencer pelo mesmo placar para forçar a prorrogação ou até a disputa por pênaltis ou por quatro gols de vantagem para conseguir a classificação para a semifinal. Logo após a partida, Neymar deixou o campo chorando.

O torcedor que foi prestigiar o time do trio MSN chegou animado pela possibilidade de assistir a uma “nova remontada”, assim como foi diante do Paris Saint-Germain, quando perdeu por 4 a 0 na França e devolveu o resultado fazendo 6 a 1 na Espanha. Uma virada histórica, heroica, emblemática, que deixou a todos entusiasmados. Foi com esse sentimento que o Barça recebeu a poderosa Juventus em seus domínios.

Em 2015, o Barcelona faturou o título da competição justamente sobre o rival italiano. No outro jogo da rodada, o Monaco venceu o Borussia Dortmund por 3 a 1 e também garantiu a vaga na próxima fase. Na partida de ida, em Dortmund, o time francês havia vencido por 3 a 2. Além de Monaco e Juventus, os outros times semifinalistas são o Real Madrid e o Atlético de Madri, que eliminaram o Bayern de Munique e o Leicester, respectivamente, na última terça-feira. Amanhã, a Uefa vai sortear os duelos das semifinais da competição.

Igualdade
Com a difícil missão, o Barça passou o primeiro tempo com uma boa posse de bola e chutou mais vezes ao gol. Porém, a equipe teve problemas para acertar o alvo e muita dificuldade para furar o bloqueio bem armado dos adversários italianos. Do outro lado, a Velha Senhora conseguiu o que queria na etapa inicial e saiu sem levar gols. Para isso, manteve-se bem armada em campo, fechada e foi perigosa quando se lançou ao ataque, com Higuaín e Cuadrado sendo participativos.
No segundo tempo, Luis Enrique abriu mais o time, porém o time catalão continuou com dificuldades na pontaria, dando pouco trabalho para o goleiro Buffon. Para se ter ideia, das 17 primeiras finalizações do time da casa, apenas uma delas foi no alvo. A consistência defensiva da Juventus, principalmente de Bonucci, pesou e a equipe treinada por Massimiliano Allegri conseguiu segurar a bola para diminuir o ritmo do jogo. Taticamente perfeita, a Juve cumpriu aquilo que se propôs e saiu da Espanha sem levar sustos.

outros destaques >>

Facebook

Twitter