sexta-feira, 23 de agosto de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Terror de Recife: Ferroviário mostra solidez na Série C

terça-feira, 14 de maio 2019

Imprimir texto A- A+

O Ferroviário parece predestinado a realizar grandes feitos. O clube que vem ressurgindo e retomando seu lugar de destaque no futebol estadual resolveu aprontar novamente para cima de um clube de grande expressão no futebol nordestino. O Tubarão da Barra foi até Recife, encarou o tradicional Estádio dos Aflitos e voltou da “Veneza Brasileira” com três pontos muito importantes na caminhada da Série C do Campeonato Brasileiro. Os comandados de Marcelo Vilar venceram, com gol de Jefferson Caxito, o Náutico, que dias atrás esteve disputando as semifinais da Copa do Nordeste.

Aliás, o Ferrão vem sendo um verdadeiro pesadelo na vida dos grandes clubes pernambucanos. Isto porque o time coral também superou o Santa Cruz, outro seminifinalista regional, na Arena Castelão, com um sonoro e incontestável 3 a 0. O Santinha viria a ser eliminado por outro cearense, o Fortaleza, no Nordestão, poucos dias depois. Vale relembrar que em 2018, a vítima da vez foi o Sport, em plena Ilha do Retiro. Em partida decisiva válida pela segunda fase da Copa do Brasil, o clube da Barra perdia por 3 a 0 na casa rubro-negra até os 30 minutos do segundo tempo, quando marcou três gols em 11 minutos e eliminou o Leão nas penalidades, protagonizando mais um feito histórico.

Olhando para presente e futuro, o Peixe vem fazendo uma bela campanha na Terceirona nacional até aqui. São duas vitórias e um empate em três rodadas, desempenho que dá ao clube coral a liderança do Grupo A, com sete pontos – ao lado do Sampaio Corrêa, que contabiliza a mesma pontuação, porém fica atrás pelo saldo de gols. Na próxima rodada, o adversário será o Globo, do Rio Grande do Norte, no dia 20, na Arena Castelão. O clube potiguar vem de derrota, justamente para o Sampaio Corrêa, e hoje ocupa a sexta posição na chave.

Para o treinador coral, o Ferroviário vem passando bem por seus desafios na competição. “Todos nós sabíamos das dificuldades que seriam nessas três primeiras rodadas, eram três pedreiras, três equipes que estavam disputando as semifinais da Copa do Nordeste. Conseguimos sete pontos. Agora isso faz parte do passado, a gente volta as atenções para o jogo com o Globo, que será um adversário também muito difícil”, ponderou o comandante.

Força
A boa fase do clube cearense passa também por um aspecto que faz toda a diferença para quem disputa a maratona de jogos do calendário nacional: ter elenco. Marcelo Vilar vem tendo tempo para armar estratégias diferentes de acordo com as peças que tem à disposição no plantel coral. A verdade é que mesmo com ausências importantes, a equipe não perde o ímpeto e consegue manter o bom nível de atuações.

Um exemplo disso é o setor ofensivo. Artilheiro da equipe na temporada com 13 gols e principal jogador de referência no comando do ataque, Edson Cariús não esteve em campo nos últimos dois triunfos do Peixe. Com uma distensão de grau um no músculo adutor, o camisa 9 coral se recupera da lesão e deve entrar no período de transição nos próximos dias. Sem Cariús, Jefferson Caxito assumiu a titularidade e não decepcionou: marcou duas vezes – contra Santa Cruz e Náutico – e faz a torcida não sentir tanta falta assim de seu goleador.

O elenco do Tubarão ganhou merecida folga após o desembarque em solo fortalezense, depois de superar o Timbu. Os jogadores voltam aos trabalhos hoje à tarde, na Vila Olímpica Elzir Cabral, para iniciar o planejamento visando o Globo. O departamento médico tenta liberar os últimos atletas que estão no estaleiro: além de Cariús, Isaac já está finalizando a transição, enquanto Lucas Mendes, com um estiramento na coxa, está sob os cuidados dos fisioterapeutas e não tem previsão de retorno.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter