sexta-feira, 20 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Vozão busca trazer pontos de Itaquera para reabilitar

sexta-feira, 06 de setembro 2019

Imprimir texto A- A+

O Ceará já está em solo paulista, onde terá a difícil missão de enfrentar ninguém menos que o Corinthians em seus domínios. O Timão vem crescendo no Campeonato Brasileiro, principalmente no período pós-Copa América, quando saiu do meio da tabela e já ocupa a terceira colocação, com 31 pontos, à frente, inclusive, do rival Palmeiras, atual campeão nacional e que liderou a competição por inúmeras rodadas. Um páreo duro para o Vozão, que terá de se superar, reverter o cenário negativo, que se instalou em Porangabuçu, para voltar a pontuar.
O clube alvinegro vem três derrotas consecutivas – para São Paulo, Flamengo e Athletico Paranaense – e perdeu posições importantes na classificação. Hoje, o Vovô é o 14o, com 20 pontos, atrás do Fortaleza (que está duas posições acima com um ponto a mais) e há seis da zona de rebaixamento.

Antes de embarcar, o técnico Enderson Moreira deixou claro o caminho que seus comandados precisam seguir para que possa trazer na bagagem a vitória diante do Alvinegro do Parque São Jorge. “Não precisamos mudar de estratégias, mas sim ser um pouco mais efetivos, porque em um jogo tão complicado acontecem poucas oportunidades”, detalhou o treinador.

Prestes a enfrentar os donos da melhor defesa da competição, Enderson comentou sobre o adversário que terá pela frente. “É uma equipe muito organizada, dá poucas oportunidades para o seu adversário e sabem passar por momentos difíceis dentro de um jogo, sem se abalar”, afirmou.

Além de Enderson Moreira, o volante Fabinho também esteve na sala de imprensa, falou sobre a partida do próximo sábado, e lembrou, inclusive, do último confronto entre as equipes. “Jogar lá, na Arena, é sempre muito difícil, mas a gente tem condições de ir lá e pontuar como já fizemos esse ano”, completou o dedicado meio-campista.

Trabalho
No trabalho antes de a delegação embarcar para São Paulo, após as atividades voltadas para a parte física, o treino com bola teve início com foco em situações de transição ofensiva, sendo finalizado com um coletivo. Hoje, o grupo irá fazer um último treinamento já em solo paulista, no Centro de Treinamento das categorias de base do Palmeiras.

Boletim médico
Após se recuperar da entorse no tornozelo direito, Luiz Otávio sofreu uma lesão de grau dois no músculo anterior da coxa esquerda. O zagueiro – considerado o xerife da defesa alvinegra – já está em tratamento e o tempo de recuperação será entre três e quatro semanas.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter