32 C°

sábado, 26 de setembro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Campanha estimula detecção precoce

terça-feira, 30 de setembro 2014

A Rede Mama deu início ontem, no Grupo de Educação e Estudos Oncológicos (GEEON), da Universidade Federal do Ceará, à mobilização do Outubro Rosa. A campanha, que acontece em todo o País, destina o mês de outubro para despertar a atenção das mulheres ao diagnóstico precoce da doença através do exame de mamografia. Além disso, durante todo o mês, será disponibilizada uma programação totalmente especial e informativa.

Em sua 6a edição na capital cearense, a novidade, este ano, será o lançamento oficial da Rede Mama, que é a união de todas as associações e instituições que desenvolvem trabalho de combate ao câncer no Ceará, nascida do desejo de reunir forças. De acordo com Nilda Mendes, presidente da Associação Toque de Vida e representante da Rede Mama, “o objetivo do Outubro Rosa é mobilizar toda a sociedade na luta contra o câncer de mama com o diagnóstico precoce, e ativar as políticas públicas que se voltem mais para essa realidade”. Nilda destaca, ainda, que a cada ano a campanha tem uma maior mobilização.

Segundo o médico oncológico e presidente do Comitê Estadual do Controle do Câncer, Prof. Luiz Porto, o Estado do Ceará possui 50 aparelhos mamógrafos para realização de exames gratuitos através do Sistema Único de Saúde. Ele ressalta que as mulheres podem requerer a guia médica em qualquer Posto de Saúde, sem a necessidade de consulta com mastologista. Contudo, Luiz Porto destaca que o medo continua sendo o maior empecilho no alcance de novos exames. “O câncer, por ser uma doença letal, faz com que as pessoas tenham muito medo de falar sobre o assunto ou de procurar saber se tem a doença. Por ser associado à morte, as pessoas não querem conviver com essa angústia, tem medo da mamografia, da mutilação, e tudo isso faz com que as mulheres evitem consultas médicas e até discutir com parentes devido a todos os medos os quais convive”, analisa o especialista.

Para o médico, eventos como o Outubro Rosa é uma oportunidade para que o câncer seja dialogado com as associações, dentro das famílias e nas escolas. Conforme ele, o diagnóstico precoce aumenta a probabilidade de cura entre as mulheres com câncer de Caso Clínico 01, onde, praticamente, todas são curadas, enquanto nos casos mais avançados as chances são em minoria.

ESTIMATIVA PARA

ESTE ANO

Ainda de acordo com Luiz Porto, o esperado é que este ano o estado do Ceará tenha 2.060 novos casos de câncer de mama. Segundo ele, a estimativa é baseada em 45 casos para cada 100 mil habitantes. Ele alerta que a expectativa não é de redução nos números, ao contrário, “vai haver um aumento porque o câncer é uma doença do envelhecimento. Em 1970, nossa expectativa de vida era de 40 anos, hoje é de 76, então cada vez vamos ter mais mulheres com idade de risco para desenvolver o câncer”, afirma. O grupo com maiores chances de desenvolver a doença é o de mulheres acima de 50 anos.

NOVOS ESTUDOS

Uma pesquisa, ainda em andamento e não oficializada, está sendo desenvolvida pelo GEEON para comprovar que a prática regular de exercícios físicos pode diminuir a dor durante o exame. A informação foi dada, ontem, pelo médico Luiz Porto que afirmou que a endorfina liberada após atividade esportiva é considerada um analgésico natural produzido pelo próprio organismo, e que já houve uma paciente esportista que não sentiu dor ao realizar a mamografia. Na ocasião, o médico também alertou que o uso de anticoncepcionais por mais de cinco anos pode ser um dos fatores ao crescimento de mulheres novas com a doença, como explica: “O câncer de mama em mulheres mais jovem, há um fator de risco que estamos encontrando que é o uso do anticoncepcional por mais de cinco anos durante a menarca, e explicaria porque temos um número elevado de mulheres com outro aspecto em relação ao histórico do genoma, que são os genes mutantes”, explica o médico.

PROGRAMAÇÃO

• Além de encontros e palestras, o Outubro Rosa, em Fortaleza, realizará três grandes eventos para mobilizar a cidade no combate à doença.

• Pic-Nic Rosa: 11 de outubro, a partir de 8h no Passeio Público.

• Caminhada Rosa: 19 de outubro, a partir de 7h com saída do Aterro da Praia de Iracema.

• Passeio Ciclístico Rosa: 28 de outubro, a partir de 7h com saída do Fórum Clóvis Beviláqua.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com