sábado, 21 de Abril de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Ceará registra chuva em 51 municípios

quarta-feira, 10 de Janeiro 2018

Imprimir texto A- A+

A chuva que atingiu Fortaleza até a manhã de ontem, 8, registrou 3,2 milímetros no medidor do posto da Água Fria da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Trata-se do segundo registro de precipitação do ano na capital cearense, de acordo com a Fundação, com a anterior tendo sido observada no último dia 6, sábado, com acúmulo de 6 milímetros no posto de Messejana.
Segundo David Ferran, meteorologista da Funceme, esclarece que os números disponíveis até ontem dizem respeito ao período de 24 horas entre as 7 horas da manhã do dia 8 até as 7 horas da manhã do dia 9, portanto não levando em consideração as precipitações após esse horário. A previsão numérica do órgão para o dia era de 19,4 milímetros, o que, caso se confirme na coleta do dia, indicará a maior chuva do ano até o momento.

Motivo
As chuvas ocorreram devido à presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) – um fenômeno meteorológico típico da pré-estação no Ceará, período compreendido entre dezembro e janeiro, quando costumam começar as chuvas na região. A partir desse fenômeno, ventos em níveis mais altos da atmosfera mudam de direção, fazendo com que haja formação de nuvens no local.
A previsão para os próximos três dias indica que deve continuar havendo nebulosidade variável com chuvas em todo o estado, inclusive na capital, principalmente hoje. Amanhã, 11, as chuvas deverão ser isoladas. O VCAN continua em estado favorável e deve continuar até pelo menos próxima sexta-feira, 12.

A pré-estação inclui o mês de dezembro, mas não houve registro de chuvas em nível considerável nesse mês em Fortaleza. David conta que isso não necessariamente significa que o período de chuvas começou com atraso na região ou que isso terá algum efeito na quadra chuvosa para 2018. “Teria que comparar ano a ano, município a município, e não foi feita essa análise”, diz ele. O meteorologista explica ainda que é possível que tenha chovido em dezembro sem que os postos tenham registrado, uma vez que em muitos casos chove em um bairro e não em outro. A divulgação sobre as projeções para a quadra chuvosa no estado será divulgada pela Funceme no dia 19 de janeiro.

Ceará
Houve chuva em 51 municípios cearenses durante o dia de ontem, 9, com destaque a Beberibe, que acumulou 60 milímetros no posto de Lagoa Funda. Outros destaques foram Iracema (30 milímetros), Lavras da mangabeira (30 milímetros) Fortim (28 milímetros), Granjeiro (20,2 milímetros), Jaguaribara (18 milímetros), Ererê (18 milímetros), Redenção (16,4 milímetros) e Eusébio (16 milímetros).

As chuvas se concentraram na zona leste do estado, devido à atuação do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis. Todas as macrorregiões foram classificadas pela Funceme com “Nebulosidade variável com chuvas”, com exceção do Litoral de Fortaleza e do Litoral do Pecém, que ficam com “Nebulosidade varável com possibilidade de chuvas”.

A perspectiva é de que as chuvas comecem a cair no Ceará principalmente pela região sul, englobando o Cariri, devido à influência de sistemas meteorológicos que influenciam o sul do Nordeste e acabam atingindo apenas parte do estado.

Pane no metrô
Houve uma pane elétrica na subestação energética dos sistemas do Metrô de Fortaleza (Metrofor). Conforme nota divulgada pela Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, o incidente provocou uma desenergização em uma catenária da Linha Sul.
O resultado é que quatro trens tiveram que ter sua circulação suspensa de 11h40min até 12h20min durante o dia de ontem. Ainda não foram especificadas as causas do pane, mas ele pode ter tido relação com as chuvas que a capital cearense recebeu ao longo do dia, quando puderam inclusive ser observados raios. Não houve situação de emergência causada pelo imprevisto.

outros destaques >>

Facebook

Twitter