sexta-feira, 21 de setembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Operários são encontrados em condição similar a de escravo em Fortaleza

Agentes da Polícia Federal e auditores do Ministério Público do Trabalho (MPT) estiveram no local para verificar as condições de trabalho

quinta-feira, 12 de julho 2018

Imprimir texto A- A+

Na noite desta quarta-feira (11), doze operários da construção civil foram encontrados trabalhando em condições similar a de escravo, no bairro Salinas, em Fortaleza. O alojamento fica localizado na Av. Rogaciano Leite, próximo a Câmara Municipal de Fortaleza.

Reprodução

Agentes da Polícia Federal e auditores do Ministério Público do Trabalho (MPT) estiveram no local para verificar as condições de trabalho. Ao chegarem, foi constatado que os homens trabalhavam em reformas de apartamentos de luxo. De acordo com o fiscais, os operários moravam no local há cerca de sete anos. Eles recebiam menos de um salário mínimo e não tinham garantias dos direitos trabalhistas, como férias e 13º salário.

Os agentes responsáveis estão investigando os empregadores que serão autuados. O MP vai rescindir os contratos e ajuizar para que os operários recebam todos os seus direitos acumulados pelo tempo que prestaram o serviço.

Mais conteúdo sobre:

Construção Civil Escravidão Operários Alojamento

outros destaques >>

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter