sábado, 15 de dezembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Ranking Ideb: Ceará salta de 12o para a 4a posição

terça-feira, 04 de dezembro 2018

Imprimir texto A- A+

De 2015 para 2017, o Ceará passou da 12ª posição no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para a quarta posição do ranking nacional. Com o resultado – de 3,4 para 3,8 -, o Estado não conseguiu atingir a meta estipulada pelo Mec, que estava projetada em 4,3, mas apenas Goiás e Pernambuco conseguiram a meta em 2017 da rede estadual de ensino. Vale citar que diferente do que tem acontecido no ensino fundamental, o avanço do Ideb no ensino médio é mais lento, enquanto que nos anos iniciais o Ceará já atingiu a nota de 6,1 e nos anos finais de 4,9, superando as metas estabelecidas para 2021.
Os dados estão no Informe – 139 – Dezembro/2018 – Análise dos Resultados do Ideb para o Ensino Médio do Ceará, que acaba de ser publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Ceará.
Elaborado por Cleyber Nascimento de Medeiros, analista de Políticas Públicas, e Luciana de Oliveira Rodrigues, assessora Técnica, o documento revela que, na edição do Ideb de 2017, pela primeira vez foi possível obter o resultado por escolas para o Ensino Médio. Portanto, a partir de uma análise mais detalhada, segundo as faixas de resultado do Ideb alcançado pelas escolas em cada Estado, é possível constatar que o Ceará obteve a maior proporção de escolas com Ideb igual ou superior a 5,2 no País.
Em uma análise mais especifica da localização das escolas que ocupam as cem primeiras colocações no país, Ceará é o segundo Estado com maior número de escolas estaduais entre as 100 melhores colocadas. Ao todo, 21 escolas cearense estão entre as 100 colocadas. É interessante observar, ainda, que embora Pernambuco seja o terceiro estado com maior Ideb no Brasil, apenas seis escolas pernambucanas estão entre as 100 primeiras colocadas.

Avaliação
Visando avaliar a distribuição geográfica das escolas com melhor Ideb entre os municípios cearenses, as 21 escolas melhor colocadas no ranking nacional são escolas de ensino profissionalizante (EEEP), a exceção das escolas militares da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros. Também se observa que grande parte delas estão localizadas na Região Metropolitana de Fortaleza.
Em 2017, a escola de rede estadual do ensino médio com maior nota no Ideb correspondeu à EEEP Adriano Nobre, localizada no município de Itapajé. Essa escola também obteve o quarto lugar no ranking nacional. Destaca-se ainda, as escolas EEEP Professora Lysia Pimentel Gomes Sampaio Sales (Sobral) e José Vidal Alves (Canindé), que ficaram entre as 10 primeiras no País.
Analisando o desempenho dos municípios cearenses no Ideb do ensino médio, o estudo mostra que 59 municípios, para a rede pública de ensino, alcançaram Ideb superior a nota 4,0, em 2017. Os melhores foram: Ararendá (5,3), Pacujá (5,2), Pacoti (4,8) e Pereiro (4,7). Como este foi o primeiro ano que o Inep/Mec divulgou o Ideb por município para essa etapa de ensino, não é possível analisar a evolução da qualidade do ensino ofertado nos últimos anos por município – observa Cleyber Nascimento de Medeiros. O Ideb, criado em 2007, é hoje, um dos principais parâmetros para mensurar e monitorar a qualidade do sistema educacional brasileiro. Este indicador combina o fluxo escolar (taxa de aprovação) e a nota padronizada em Língua Portuguesa e Matemática dos alunos avaliados no 5º e 9° anos do ensino fundamental e 3° ano do ensino médio na Prova Brasil e no Sistema Nacional de Avaliação (Saeb).

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter