sábado, 15 de dezembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Segurança: mortes violentas diminuem no Ceará em novembro

sexta-feira, 07 de dezembro 2018

Imprimir texto A- A+

Seguindo a tendência de queda no número de crimes violentos letais e intencionais (CVLI), o mês de novembro apresentou redução de 30,6%. Esse é o oitavo mês consecutivo de diminuição do índice e o melhor resultado alcançado desde fevereiro de 2017. Em reunião, ocorrida ontem, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, divulgou os números relativos ao penúltimo mês do ano. Os 30,6% de redução nos crimes de homicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios, no mês de novembro, se referem aos 326 casos registrados no mês passado, em comparação com os 470 no mesmo período de 2017.
Os números correspondem a 144 vidas salvas em território cearense. Com o resultado de novembro último, o acumulado do índice, em 2018, de janeiro a novembro, registrou redução na Capital, Região Metropolitana, Interior Sul e em todo o Estado.

“Esse mês de novembro tanto foi o mês com menor número de ocorrências no ano, como também foi a menor redução proporcional em relação ao ano passado, superando os 30%. A gente vê que essas reduções têm sido progressivas. Por isso, estamos reunidos para analisar esses dados e ver quais ações impactaram positivamente na redução dos números, como a ampliação do videomonitoramento em Fortaleza e no Interior, junto com um sistema que aplica técnicas de inteligência artificial, o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia)”, destaca André Costa. “A gente tem percebido que o emprego dessas ferramentas tem melhorado os dados mês a mês. Dessa forma, vamos intensificar as ações na área de tecnologia para melhorar a inteligência, a partir da análise de dados. Precisamos trabalhar essas ferramentas tecnológicas para estruturar esses dados e municiar a inteligência para que ela possa sempre orientar as ações ostensivas e investigativas da segurança. Estamos bem otimistas para o ano de 2019”, completa o titular da SSPDS.

Esse decréscimo, em novembro, foi alcançado em quase todas as regiões do Estado, com exceção do Interior Norte. Com maior destaque para a Fortaleza, que registrou uma diminuição de 42,6%, sendo 105 casos em novembro de 2018, contra 183, no mesmo mês do ano passado. Com esse número, a Capital se destaca pelo nono mês seguido de redução. Já a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) registrou uma diminuição de 35%, sendo 80 mortes contra 123 registradas em 2017. Outro índice favorável foi a redução de 30,2% nas mortes violentas no Interior Sul, caindo de 86 para 60. Já o Interior Norte teve um leve acréscimo de 3,8%, em novembro último, passando de 78 – em 2017 – para 81, este ano.

No acumulado dos 11 meses deste ano, o Ceará também permanece reduzindo os números nos crimes contra a vida. Como resultado das diminuições alcançadas nos últimos oito meses (abril a novembro), a taxa de janeiro a novembro de 2018 no Estado, em comparação ao mesmo período do ano passado, teve uma diminuição de 10,5%, ultrapassando a meta do Programa Em Defesa da Vida que é de 7%. Reduções no acumulado do ano também foram registradas em Fortaleza, que passou de 1.799 para 1.387 (-22,9%); e no Interior Sul, quando durante os 11 meses de 2017 foram 918 mortes, enquanto no mesmo período deste ano, foram 760 (-17,2%). A RMF teve uma diminuição de 2,5% passando de 1.164 casos para 1.135. Com esses índices alcançados, em 2018 já foram 489 vidas salvas. O Interior Norte acumula acréscimo de 13,8%.

CVP e furto
Assim como no CVLI, a SSPDS registrou um balanço positivo também nos crimes violentos contra o patrimônio (CVP), com reduções em todo o Ceará, no mês de novembro. No Estado, houve uma redução de 6,3% no CVP 1, que engloba roubo a pessoa e de documentos, além de outros crimes que não estão inseridos no CVP 2. Foram registrados 4.588 casos em novembro último contra 4.898, no mesmo mês de 2017.

A maior redução ocorreu no Interior Sul, com 27,6% crimes a menos em comparação ao ano passado. Foram 376 CVPs 1 em novembro de 2018, e 519, no mesmo período de 2017. Em Fortaleza, foram 3.002 registros no mês passado, com uma redução de 6,1%, em comparação ao mesmo período de 2017, quando foram contabilizados 3.196 crimes. O Interior Norte apresentou queda de 8,4%, com 417 crimes em novembro último e 455 em novembro do ano passado. Por outro lado, a RMF, com 793 casos em novembro deste ano, registrou aumento de 8,9%, se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando aconteceram 728 registros. No acumulado de janeiro a novembro, em todo o Estado, a redução foi de 14,7%. De janeiro a novembro de 2018, foram 50.142 CVPs 1. Já ano passado, esse número foi de 58.784. Comparando o acumulado nos 11 meses deste ano, houve 8.642 ocorrências a menos.

A segurança pública cearense também registrou números positivos no CVP 2, que engloba crimes como roubo de carga, de veículo, a residência e a banco, além de roubo com restrição de liberdade da vítima (sequestro-relâmpago). Em todo o Estado, a redução, em novembro, foi de 18,9%, com 830 crimes no mês contra 1.023, em novembro de 2017. Já na Capital, foram 420 casos, com uma diminuição de 26,2% se comparado com novembro de 2017, quando foram registradas 569 ocorrências. A diferença foi de 193 ocorrências a menos. No acumulado do ano, no Ceará, a queda foi de 15,6%, com 10.006 crimes, em 2018, contra 11.857, em 2017.

Assim como os demais índices, o furto registrou redução no acumulado geral do ano. No Ceará, a redução foi de 6,4%, caindo de 54.801 para 51.274, neste ano. Fortaleza passou de 29.514 para 29.038 (-1,6%). As reduções correspondem a 3.527 furtos a menos no acumulado deste ano em comparação ao período de janeiro a novembro do ano passado. Se analisarmos somente os números do mês de novembro, a diminuição é de 6,1%. Foram 5.046 em novembro de 2017 e, no mesmo período deste ano, esse número caiu para 4.736.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter